Censo Demográfico

Menu do Produto

O que é

Os censos populacionais produzem informações imprescindíveis para a definição de políticas públicas e a tomada de decisões de investimento, sejam eles provenientes da iniciativa privada ou de qualquer nível de governo, e constituem a única fonte de referência sobre a situação de vida da população nos municípios e em seus recortes internos, como distritos, bairros e localidades, rurais ou urbanas, cujas realidades dependem de seus resultados para serem conhecidas e terem seus dados atualizados.

Censo 2010

O Censo 2010 compreendeu um levantamento minucioso de todos os domicílios do país. Nos meses de coleta de dados e supervisão, 191 mil recenseadores visitaram 67,6 milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros para colher informações sobre quem somos, quanto somos, onde estamos e como vivemos.

Os primeiros resultados definitivos, divulgados em novembro de 2010, apontaram uma população formada por 190.732.694 pessoas.

Em abril de 2011, foi divulgada a Sinopse do Censo Demográfico, com informações sobre domicílios recenseados, segundo a espécie, e população residente, segundo as Unidades da Federação e municípios.

Em novembro, mais resultados chegaram ao conhecimento do público com a divulgação do Censo Demográfico: Características da população e dos domicílios: resultados do universo; Censo Demográfico: Resultados preliminares da amostra; Indicadores Sociais Municipais: Uma análise dos resultados do universo do Censo Demográfico e Base de Informações do Censo Demográfico: Resultados do universo por setor censitário.

Censo 2000

A realização de um levantamento como o Censo Demográfico 2000 representa o desafio mais importante para um instituto de estatística, sobretudo em um país de dimensões continentais como o Brasil, com 8 514 215,3 km2, composto por 27 Unidades da Federação e 5 507 municípios existentes na data de referência da pesquisa, abrangendo um total de 54 265 618 de domicílios pesquisados.

Para garantir a confiabilidade de seus resultados e alcançar os melhores níveis de qualidade e transparência em todas as etapas de execução do Censo 2000, foram utilizadas modernas tecnologias, como o mapeamento digital dos municípios com mais de 25 mil habitantes, escaneamento e leitura ótica dos questionários, controles gerencial e operacional via Internet, entre outras inovações tecnológicas que possibilitaram aos usuários dos dados censitários e à sociedade, em geral, o acompanhamento de cada etapa da operação e o acesso aos resultados em curto prazo, por meio das mais modernas mídias de comunicação e disseminação de informações.

No âmbito internacional, a realização do Censo 2000 significou, ainda, a consolidação dos laços estatísticos entre os países do Mercosul Ampliado, que inclui os membros do Mercosul - Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - além de Bolívia e Chile, tendo como objetivo a padronização de conceitos e classificações visando homogeneizar e fortalecer os sistemas estatísticos nacionais e criar uma base de dados comum aos censos dos seis países.

A divulgação do Censo 2000 procurou levar a cada segmento de usuários as mídias mais apropriadas - publicações impressas, Internet e arquivos digitais - fazendo uso de maneira intensiva de modernas tecnologias, e seus resultados revelam as principais características demográficas e socieconômicas da população brasileira no início do novo milênio. As publicações listadas a seguir apresentam as tabelas básicas, enriquecidas de comentários, gráficos e cartogramas, e são acompanhadas de CD-ROM que contêm as informações do volume impresso em pdf e as tabelas em formato de planilha eletrônica, acrescidos por um conjunto adicional de tabelas e de níveis geográficos.

Sobre a publicação - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

Define-se área de ponderação como sendo uma unidade geográfica, formada por um agrupamento mutuamente exclusivo de setores censitários contíguos, para a aplicação dos procedimentos de calibração dos pesos de forma a produzir estimativas compatíveis com algumas das informações conhecidas para a população como um todo. O tamanho dessas áreas, em termos de número de domicílios e de população, não pode ser muito reduzido, sob pena de perda de precisão de suas estimativas. Assim este tamanho mínimo foi definido em 400 domicílios ocupados na amostra, exceto para os municípios que não atingem este total onde, neste caso, o próprio município é considerado uma área de ponderação.

Para os municípios com mais de 190.000 mil habitantes, foi oferecida a possibilidade das próprias prefeituras definirem as áreas de ponderação, guardadas as restrições técnicas de contiguidade e tamanho estabelecidas pelo IBGE. O procedimento de consulta foi realizado através da Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE) de cada um desses municípios, as quais forneceram aos representantes dos órgãos de planejamento municipal o material necessário para o estudo e a definição das áreas. O material resultante, enviado de cada município, foi analisado para avaliação de sua adequabilidade a estes critérios, dentro de um prazo estabelecido, sendo utilizado na definição das áreas de ponderação.

Cabe ressaltar que, dos 140 municípios com mais de 190.000 habitantes, algumas das prefeituras consultadas não realizaram a definição das áreas de ponderação, e outras decidiram participar do processo, mas não entregaram em tempo hábil a definição respeitando os critérios estabelecidos já descritos. Assim, foi oferecida uma nova oportunidade para estas prefeituras e, adicionalmente, a mesma foi estendida a municípios previamente atendidos na primeira etapa, mas que desejavam fazer algum tipo de ajuste em suas configurações. Desta forma uma nova configuração de áreas de ponderação foi gerada para 14 municípios nesta segunda etapa, as quais são agora disponibilizadas.

Principais resultados - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

Nenhum conteúdo disponível para exibição

Tabelas - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

Tabelas

Tabelas em formato xls compactado

Tabelas em formato ods compactado

Malha digital das áreas de ponderação - municípios com mais de 190 mil habitantes

 

Municípios com áreas de ponderação redefinidas

Na divulgação dos microdados da amostra do Censo Demográfico 2010 foram divulgadas as áreas de ponderação de 140 municípios com mais de 190 mil habitantes. Foi verificado, entretanto, que em 14 municípios tais áreas não atendiam as áreas de planejamento desses municípios, impossibilitando o seu uso apropriado. Para cobrir essa lacuna, o IBGE divulga, além das 34 tabelas em formato XLS e ODS sobre pessoas e domicílios, os respectivos microdados para os 14 municípios com as áreas de ponderação redefinidas.


O IBGE adota uma política de revisão de dados divulgados desta operação estatística. Por revisão de dados entende-se toda e qualquer revisão programada de dados numéricos, em que são disponibilizadas novas informações que não estavam acessíveis quando da primeira divulgação, tais como: um dado tardio que substitui uma não resposta; ou um dado corrigido pelo próprio informante; ou um conjunto de dados que foi submetido a processo de crítica e imputação. Para informações mais detalhadas sobre a política de revisão de dados divulgados das operações estatísticas do IBGE,  consultar a relação das pesquisas conjunturais, estruturais e especiais realizadas pelo Instituto, com o respectivo procedimento de revisão adotado, no endereço: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=298009.

Quadros sintéticos - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Microdados - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Informações técnicas

    Notas Técnicas

    Acesse a publicação completa para visualizar o conteúdo no endereço abaixo:
    http://biblioteca.ibge.gov.br/pt/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=7552

    Séries históricas

    #seriehistorica201853152620683

    #seriehistorica201853152834838

    #seriehistorica201741155131672

    Microdados

    Os microdados consistem no menor nível de desagregação dos dados de uma pesquisa, retratando, sob a forma de códigos numéricos, o conteúdo dos questionários, preservado o sigilo estatístico com vistas à não individualização das informações. Os microdados estão no formato ASCII, possibilitando aos usuários especializados, com conhecimento em programação, preferencialmente em softwares estatísticos, a leitura dos dados, o cruzamento em diferentes agregações geográficas, e a elaboração de múltiplas tabulações segundo sua perspectiva pessoal de interesse.

    Os arquivos de microdados são acompanhados de uma documentação auxiliar que fornece os nomes, os códigos e as descrições das variáveis e suas categorias, complementada, quando necessário, dos elementos necessários para o cálculo dos erros amostrais.

    Censo 2010

    Atualizações

    11/03/2016 - A variável v1005 - SITUAÇÃO DO SETOR foi incluída nos arquivos de DOMICÍLIO, PESSOA, EMIGRAÇÃO e MORTALIDADE

    Unidades da Federação

    Documentação

    Tabelas - Unidades da Federação e Municípios (em formato zip)

    Censo 2000

    Atualizações

    08/09/2017 - Foi identificado que a variável V0300 não estava no arquivo de domicílio.

    09/03/2016 - Foi identificado que que os arquivos de atividade e ocupação necessitavam incompletos e que era necessário incluir novos códigos na documentação que compatibiliza os códigos de 2000 e 1991.

    19/06/2015 - Foi identificado que partes de alguns registros estavam corrompidos. Os arquivos foram substituídos.

    Unidades da Federação

    Portaria de precedência

    Downloads

    Conceitos e métodos - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

    Não foi possível acessar o serviço de metadados.

    Calendário

    Próximas divulgações

    Nenhuma divulgação futura


    Divulgações anteriores

    Nenhuma divulgação passada

    Publicações - Resultados Gerais da Amostra por áreas de ponderação

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Notícias e releases

    Não há nenhuma notícia vinculada a este produto.

    Material de apoio

    Nenhum material de apoio cadastrado para esse item

    Erramos

    • Correção na base Oracle e no BME de variáveis específicas ao tema indígenas

      Data de publicação: 05/02/2018 12:02

      Descrição: Alguns registros de pessoa que não eram indígenas ou não moravam em terra indígena ficaram com valores registrados indevidamente nas variáveis específicas deste escopo

      Ações: O arquivo foi corrigido e substituído na base Oracle e no BME.