Nossos serviços estão apresentando instabilidade no momento. Algumas informações podem não estar disponíveis.

Censo Demográfico

Sobre - Indicadores Sociais Municipais - Uma Análise da Amostra

Esta publicação contém uma síntese dos indicadores da realidade socioeconômica brasileira, organizados hierarquicamente segundo o porte populacional dos municípios para o conjunto do País e grandes regiões, com base nos resultados da amostra do Censo Demográfico 2000.

Apresenta as principais características da população, enfocando aspectos como sexo, idade, cor , nível educacional e inserção no mercado de trabalho, além de informações sobre a participação dos idosos na composição do rendimento familiar. As informações sobre os domicílios contemplam questões como o rendimento domiciliar per capita, número médio de moradores, condições de saneamento básico das moradias, que constituem importantes referenciais do bem-estar e da qualidade de vida das pessoas, e a proporção de domicílios que se encontram em situação socioeconômica mais desfavorável.

Os dados ora apresentados também estão disponíveis no CD-ROM que acompanha a publicação, incluindo, ainda, indicadores para os 5 560 municípios brasileiros, por unidades da federação.

O conjunto dessas informações reflete as diferentes realidades internas do País e possibilita identificar as carências existentes nos municípios, contribuindo, assim, para a formulação e o aprimoramento de políticas públicas que visem melhorar o quadro social brasileiro.

Tabelas - Indicadores Sociais Municipais - Uma Análise da Amostra

Tabelas Completas (em formato excel)

Grandes regiões

 

Unidades da federação:

 

Coeficientes de variação:


O IBGE adota uma política de revisão de dados divulgados desta operação estatística. Por revisão de dados entende-se toda e qualquer revisão programada de dados numéricos, em que são disponibilizadas novas informações que não estavam acessíveis quando da primeira divulgação, tais como: um dado tardio que substitui uma não resposta; ou um dado corrigido pelo próprio informante; ou um conjunto de dados que foi submetido a processo de crítica e imputação. Para informações mais detalhadas sobre a política de revisão de dados divulgados das operações estatísticas do IBGE,  consultar a relação das pesquisas conjunturais, estruturais e especiais realizadas pelo Instituto, com o respectivo procedimento de revisão adotado, no endereço: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=2101637.

O que é

Constitui a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do País e em seus recortes territoriais internos, tendo como unidade de coleta a pessoa residente, na data de referência, em domicílio do Território Nacional.

O primeiro recenseamento da população do Brasil foi efetuado em 1808, visando atender especificamente a interesses militares, de recrutamento para as Forças Armadas, o que enseja suspeitas de que seus resultados tenham ficado aquém da realidade, seja em razão da natural prevenção do povo contra as operações censitárias, seja, principalmente, em razão de seus objetivos. Para efeito de registro histórico, porém, em virtude de sua maior complexidade e, sobretudo, do controle a que foi submetida toda a operação, o recenseamento realizado em 1872, denominado Censo Geral do Império, é considerado o primeiro efetuado no País, tendo sido conduzido pela então Directoria-Geral de Estatística.  

Em 1940, após a radical transformação da estrutura dos serviços de estatística no País – criação do Conselho Nacional de Estatística - CNE e do Conselho Nacional de Geografia - CNG, que, juntos, passaram a integrar o IBGE por força do Decreto-Lei n. 218, de 26.01.1938 – o  Instituto realizou, em 1o de setembro, o V Recenseamento Geral do Brasil, que correspondeu ao quinto censo populacional. Desde então, ocorreram alterações e aprimoramentos em variados aspectos técnicos, tecnológicos e operacionais da pesquisa, que lhe conferiram um salto de qualidade.   Dentre eles, se destacam a instituição de parcerias, visando ampliar a integração entre o IBGE e as comunidades locais, bem como a utilização, de forma intensiva, de tecnologias digitais que permitem levar a cada segmento de usuários as mídias mais apropriadas.

O Questionário Básico da pesquisa conta com 26 questões e investiga as principais características do domicílio e dos moradores. Além disso, uma parcela dos domicílios é selecionada para responder ao questionário da Amostra, que conta com 77 questões. A investigação nos domicílios selecionados, efetuada por meio do Questionário da Amostra, inclui, além dos quesitos presentes no Questionário Básico, outros mais detalhados, bem como quesitos sobre temas específicos: características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo.

A periodicidade da pesquisa é decenal, excetuando-se os anos de 1910 e 1930, em que o levantamento foi suspenso, o ano de 1990, quando a operação foi adiada para 1991, e o ano de 2020, em que a coleta foi adiada por conta da pandemia de COVID-19. Sua abrangência geográfica é nacional, com resultados divulgados para Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação, Mesorregiões, Microrregiões, Regiões Metropolitanas, Municípios, Distritos, Subdistritos e Setores Censitários.

A coleta do próximo Censo Demográfico será realizada entre os meses de agosto a outubro de 2022. Serão investigados cerca de 78 milhões de domicílios particulares permanentes do País. O questionário da amostra será aplicado em aproximadamente 11% desse contingente, ou seja, cerca de 8,5 milhões de domicílios. Para informações mais detalhadas, consultar o endereço: censo2022.ibge.gov.br

Séries históricas

#seriehistorica2018731246098

#seriehistorica20187312484678

#seriehistorica201873125221541

#seriehistorica20187312541828

 

Microdados

Os microdados consistem no menor nível de desagregação dos dados de uma pesquisa, retratando, sob a forma de códigos numéricos, o conteúdo dos questionários, preservado o sigilo estatístico com vistas à não individualização das informações. Os microdados estão no formato ASCII, possibilitando aos usuários especializados, com conhecimento em programação, preferencialmente em softwares estatísticos, a leitura dos dados, o cruzamento em diferentes agregações geográficas, e a elaboração de múltiplas tabulações segundo sua perspectiva pessoal de interesse.

Os arquivos de microdados são acompanhados de uma documentação auxiliar que fornece os nomes, os códigos e as descrições das variáveis e suas categorias, complementada, quando necessário, dos elementos necessários para o cálculo dos erros amostrais.

Censo 2010

Atualizações

11/03/2016 - A variável v1005 - SITUAÇÃO DO SETOR foi incluída nos arquivos de DOMICÍLIO, PESSOA, EMIGRAÇÃO e MORTALIDADE

Unidades da Federação

Documentação

Tabelas - Unidades da Federação e Municípios (em formato zip)

Censo 2000

Atualizações

08/09/2017 - Foi identificado que a variável V0300 não estava no arquivo de domicílio.

09/03/2016 - Foi identificado que que os arquivos de atividade e ocupação necessitavam incompletos e que era necessário incluir novos códigos na documentação que compatibiliza os códigos de 2000 e 1991.

19/06/2015 - Foi identificado que partes de alguns registros estavam corrompidos. Os arquivos foram substituídos.

Unidades da Federação

Downloads

Informações técnicas

Metodologia da pesquisa

Metodologia da pesquisa realizada em 2022
  • Nota metodológica n. 01- Atualização dos dados da publicação “População e Domicílios: Primeiros Resultados” (27/10/2023)
Metodologia da pesquisa realizada em 2010 (Série Relatórios Metodológicos, v. 41)
Metodologia da pesquisa realizada em 2000 (Série Relatórios Metodológicos, v. 25)
Metodologia da pesquisa realizada em 1980 (Série Relatórios Metodológicos, v. 4)

As alterações ocorridas na pesquisa posteriormente à divulgação dos relatórios metodológicos são apresentadas sob a forma de Notas técnicas e/ou Notas metodológicas. As notas técnicas informam ou esclarecem questões pontuais sobre a pesquisa, enquanto as metodológicas abordam aspectos gerais dos aprimoramentos, atualizações e/ou revisões implementadas, bem como aspectos metodológicos complementares, cujos esclarecimentos tenham se tornado necessários antes da ocorrência de um novo volume formal da Série Relatórios Metodológicos.

Notas técnicas

  • Nota técnica 01/2018 - Releitura dos dados de pessoas com deficiência no Censo Demográfico 2010 à luz das recomendações do Grupo de Washington

Notas metodológicas


Outras informações técnicas

O Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos - CNEFE é um repositório de endereços de abrangência nacional criado, em 2005, a partir da sistematização dos dados coletados pelo Censo Demográfico 2000. Este Cadastro contempla informações sobre domicílios e estabelecimentos de todo o País. A cada Censo Demográfico, ele é totalmente revisto e passa por um processo contínuo de atualizações pontuais, de acordo com a demanda das demais pesquisas da Instituição, como é o caso do Censo Agropecuário 2017, no qual foram verificados e coletados todos os endereços de estabelecimentos agropecuários recenseados durante a operação. A atualização do CNEFE retrata tanto o registro textual dos endereços investigados no referido levantamento, quanto a distribuição de tais estabelecimentos no Território Nacional. Para informações mais detalhadas sobre a rotina de atualização desse Cadastro e do seu uso por parte das pesquisas amostrais do IBGE, como a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD Contínua, a Pesquisa de Orçamentos Familiares - POF, a Pesquisa Nacional de Saúde - PNS, entre outras, consultar o documento Padrão de registro de endereços: definições e orientações de uso.

Notícias e Releases

Censo 2022

IBGE divulgará em Florianópolis os resultados do Censo 2022: Agregados por Setores Censitários preliminares - População e domicílios e Malha de Setores Censitários Preliminares

A cidade de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, foi escolhida pelo Instituto Brasileiro...

28/02/2024

Censo 2022

Em auditório lotado, IBGE divulga resultados do Censo 2022: características dos domicílios em Diadema (SP)

Com participação de mais de 700 pessoas presentes, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística...

23/02/2024

Censo 2022

Censo 2022: rede de esgoto alcança 62,5% da população, mas desigualdades regionais e por cor e raça persistem

A proporção de domicílios com acesso à rede de coleta de esgoto no Brasil chegou a 62,5% em 2022, registrando...

23/02/2024

Censo 2022

Censo 2022: Cerca de oito a cada dez pessoas moravam em casas, mas cresce proporção de moradores em apartamentos

Em 2022, havia no país 59,6 milhões de casas ocupadas, nas quais residiam 171,3 milhões de pessoas. Ou...

23/02/2024

Censo 2022

IBGE divulga pela primeira vez as coordenadas geográficas dos endereços do país

O IBGE divulgou hoje (2) as coordenadas geográficas das espécies de endereços do Censo 2022. É a primeira...

02/02/2024

Censo 2022

IBGE divulgará dados do Censo Demográfico 2022: coordenadas dos endereços em 2 de fevereiro no Tocantins

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizará a divulgação dos dados do Censo Demográfico...

03/01/2024

Censo 2022

Censo 2022: IBGE divulga primeiros resultados para cor ou raça em Salvador

O IBGE divulgou, nesta sexta-feira, 22, os resultados do Censo 2022 de identificação étnico-racial da...

22/12/2023

Censo 2022

Censo 2022: pela primeira vez, desde 1991, a maior parte da população do Brasil se declara parda

Em 2022, cerca de 92,1 milhões de pessoas se declararam pardas, o equivalente a 45,3% da população do...

22/12/2023

Censo 2022

IBGE divulgará resultados para cor ou raça do Censo 2022 em Salvador

O IBGE divulgará os primeiros resultados do Censo Demográfico 2022: Identificação étnico-racial, por...

12/12/2023

Censo 2022

Censo 2022: número de pessoas com 65 anos ou mais de idade cresceu 57,4% em 12 anos

Em 2022, o total de pessoas com 65 anos ou mais de idade no país (22.169.101) chegou a 10,9% da população,...

27/10/2023

Ver mais notícias

Erramos