Pesquisa de Estoques

Menu do Produto

O que é

Investiga informações sobre o volume e a distribuição espacial dos estoques de produtos agrícolas armazenáveis básicos e sobre as unidades onde é feita a sua guarda, tendo como unidade de coleta o estabelecimento que tem instalações ou unidades armazenadoras apropriadas e dedicadas à prestação de serviços de armazenagem ou à guarda de produtos agrícolas vinculados à sua atividade principal.

A Pesquisa de Estoques teve início no IBGE em 1958, intitulada Depósito de Gêneros Alimentícios e Forragens, e, realizada a cada dois anos, visava atender objetivos estratégicos de interesse militar, como garantir o abastecimento em situações críticas para a segurança nacional. Em 1963, o inquérito passou a ser de responsabilidade do Ministério da Agricultura, com periodicidade anual. Em 1966, a investigação foi desdobrada em duas partes (Armazenagem e Estocagem a Seco e Armazenagem e Estocagem a Frio), porém, apesar de a Rede de Coleta do IBGE ter prosseguido com o levantamento dos dados, o Ministério deixou de apurá-los, e ambas as pesquisas foram interrompidas nesse mesmo ano, assim permanecendo até 1971, quando o Instituto reassumiu a responsabilidade total desses inquéritos. Ao longo do tempo, ocorreram alterações, reformulações e aprimoramentos em variados aspectos da pesquisa – escopo; composição do cadastro de informantes; periodicidade; metodologia; conceituações; instrumento de coleta; forma de apuração –, os quais se refletiram, também, em sua denominação atual. No segundo semestre de 2014, houve a introdução do questionário on line, e o informante passou a ter a opção de realizar o preenchimento dos dados pela Internet. A partir do segundo semestre de 2016, passou-se a utilizar a planilha eletrônica, que pode ser preenchida pelo próprio informante com dados de todos os estabelecimentos sob sua responsabilidade. O formato da planilha permite carregamento direto no sistema pelo IBGE, sem a necessidade de digitação dos dados.

A pesquisa fornece informações sobre a atividade e a situação do estabelecimento, modalidade de armazenagem, capacidade útil e estoques existentes de produtos agrícolas selecionados. Na investigação, são consideradas as instalações que tenham sido construídas ou adaptadas para a finalidade de armazenagem e que tenham capacidade útil igual ou superior a 2 000 m³ ou 1 200 t. Cabe ressaltar que qualquer tipo de atividade econômica pode ser alvo de investigação pela pesquisa, sendo a única exceção a supermercadista.

A periodicidade da pesquisa é semestral e os dados correspondem às datas de 30 de junho e 31 de dezembro do ano de referência. Sua abrangência geográfica é nacional, com resultados divulgados para Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação, Mesorregiões, Microrregiões e Municípios.

Sobre a publicação - 2º semestre 2017

Nenhum conteúdo disponível para exibição

Principais resultados - 2º semestre 2017

#seriehistorica2017103145754825

 

#seriehistorica201710315219756

 

#seriehistorica201710315354811

 

 

 


O IBGE adota uma política de revisão de dados divulgados desta operação estatística. Por revisão de dados entende-se toda e qualquer revisão programada de dados numéricos, em que são disponibilizadas novas informações que não estavam acessíveis quando da primeira divulgação, tais como: um dado tardio que substitui uma não resposta; ou um dado corrigido pelo próprio informante; ou um conjunto de dados que foi submetido a processo de crítica e imputação. Para informações mais detalhadas sobre a política de revisão de dados divulgados das operações estatísticas do IBGE,  consultar a relação das pesquisas conjunturais, estruturais e especiais realizadas pelo Instituto, com o respectivo procedimento de revisão adotado, no endereço: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=298009.

Tabelas - 2º semestre 2017

Tabela 1 - Total de estabelecimentos armazenadores, segundo as Grandes Regiões (xls)

Tabela 2 - Capacidade útil das unidades armazenadoras, segundo os tipos de propriedade da empresa - Brasil (xls)

Tabela 3 - Capacidade útil das unidades armazenadoras, segundo os tipos de atividade do estabelecimento - Brasil (xls)

Tabela 4 - Estoque dos produtos investigados em 31/12/2017 - Brasil (xls)


O IBGE adota uma política de revisão de dados divulgados desta operação estatística. Por revisão de dados entende-se toda e qualquer revisão programada de dados numéricos, em que são disponibilizadas novas informações que não estavam acessíveis quando da primeira divulgação, tais como: um dado tardio que substitui uma não resposta; ou um dado corrigido pelo próprio informante; ou um conjunto de dados que foi submetido a processo de crítica e imputação. Para informações mais detalhadas sobre a política de revisão de dados divulgados das operações estatísticas do IBGE,  consultar a relação das pesquisas conjunturais, estruturais e especiais realizadas pelo Instituto, com o respectivo procedimento de revisão adotado, no endereço: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=298009.

Quadros sintéticos - 2º semestre 2017

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Microdados - 2º semestre 2017

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Séries históricas

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Microdados

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Portaria de precedência

    Downloads

    Conceitos e métodos - 2º semestre 2017

    Não foi possível acessar o serviço de metadados.

    Calendário

    Próximas divulgações

    Operação estatísticaPrevisão de divulgação
    Pesquisa de Estoques
    Período de referência: 1/2018 a 6/2018
    08/11/2018

    Divulgações anteriores

    Operação estatísticaData da divulgação
    Pesquisa de Estoques
    Período de referência: 7/2017 a 12/2017
    12/06/2018
    Pesquisa de Estoques
    Período de referência: 1/2017 a 6/2017
    09/11/2017
    Pesquisa de Estoques
    Período de referência: 7/2016 a 12/2016
    08/06/2017

    Publicações - 2º semestre 2017

    Notícias e releases

    Ver mais notícias

    Material de apoio

    Nenhum material de apoio cadastrado para esse item

    Erramos

    • Substituição da Tabela 3 da Pesquisa de Estoques

      Data de publicação: 09/11/2017 05:11

      Descrição:  A capacidade total útil de Armazéns convencionais, estruturais e infláveis, informada na tabela 3 da Pesquisa de Estoques do 1º semestre de 2017, é de 42.968.029 m³. Inicialmente, a capacidade informada foi de 42.986.029 m³..

      Ações: A tabela foi corrigida.