Acessibilidade Geográfica | 2018

Menu do Produto

O que é

A vastidão do território nacional permite uma complexa distribuição espacial das sedes municipais onde é observado desde grandes concentrações urbanas à municípios nos quais o acesso se dá por vias fluviais ou aéreas.

A localização ou acessibilidade das cidades reflete diretamente no modo de vida e na configuração do espaço, representando uma dimensão estruturante a ser considerada na gestão dos territórios nacionais. Nesse sentido, abordagens de classificação territorial que consideram a localização são encontradas nas tipologias recentes divulgadas por órgãos estatísticos de organizações internacionais tais como a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e União Europeia (UE), sendo essas abordagens de grande influência nas classificações oficiais em diversos países. A principal referência metodológica para a produção da Acessibilidade Geográfica brasileira foi o Australian Statistical Geography Standard (ASGS) Remoteness Structure divulgado pelo Australian Bureau of Statistics, que considera grandes extensões territoriais e uma diversidade de condições de acessibilidade, semelhante ao que se apresenta no território brasileiro.

Ao propor o Índice de Acessibilidade Geográfica, o IBGE vem contribuir para o melhor entendimento da acessibilidade das sedes municipais brasileiras em relação aos municípios mais importantes em suas regiões. Os municípios brasileiros foram classificados de acordo com as distâncias (rodoviárias e hidroviárias) entre suas respectivas sedes e as três maiores hierarquias do Regiões de Influência das Cidades 2007.

Os resultados apresentados são derivados da publicação Classificação e Caracterização dos Espaços Rurais e Urbanos com adaptações como a localização dos aeroportos e a redução das categorias conforme solicitado pelo Senado Federal.

Objetivo

A finalidade principal é a produção de índice objetivo, e com metodologia pública, que possa classificar o território nacional em áreas acessíveis, muito acessíveis, remotas e muito remotas.