Divisão Urbano Regional | 2013

Menu do Produto

O que é

A Divisão Urbano-Regional constitui uma contribuição do IBGE à análise da dinâmica territorial brasileira, fornecendo uma visão regional do Brasil a partir dos fluxos articulados por sua rede urbana. A identificação e delimitação dos novos desenhos regionais, aqui chamadas de Regiões de Articulação Urbana, encontram-se fortemente vinculadas à compreensão das transformações socioespaciais que ocorrem no país e também à maneira como se apreende essas transformações. Todas as regiões identificadas são formadas a partir de uma cidade que comanda a sua região, estabelecendo relacionamentos entre agentes e empresas nos respectivos territórios.

 

Sobre a publicação - 2013

Tendo por base o arcabouço conceitual-metodológico desenvolvido no Projeto Regiões de Influência das Cidades - REGIC, o presente estudo identificou regiões em três escalas de referência, nomeadas como Regiões Ampliadas de Articulação Urbana, Regiões Intermediárias de Articulação Urbana e Regiões Imediatas de Articulação Urbana. Especificidade inerente ao trabalho é a identificação de um município polo para cada região e o fato de seus limites não ficarem restritos às fronteiras estaduais.

Tendo por base o arcabouço conceitual-metodológico desenvolvido no Projeto Regiões de Influência das Cidades - REGIC 2007, a Divisão Urbano Regional 2013 se constitui em um recorte territorial em três diferentes níveis escalares que recobre todo o território nacional. Nesta divisão, cada região criada é contígua e cada município pertence a uma única unidade territorial. Uma especificidade inerente ao trabalho é a identificação de um município polo para cada região. Poe ter como base a rede urbana, os seus limites não ficam restritos aos limites estaduais.

Nesse sentido, o desafio operacional enfrentado no presente trabalho prende-se à necessidade de compatibilizar os processos descontínuos existentes no espaço geográfico, representados pela dinâmica dos fluxos materiais e imateriais que o transpassam e os ajustes necessários para delimitar unidades regionais territorialmente contíguas, apesar de sujeitas a vinculações multidirecionais.

A identificação e delimitação dos novos desenhos regionais, aqui chamadas de Regiões de Articulação Urbana, encontram-se fortemente vinculadas à compreensão das transformações socioespaciais que ocorrem no país e também à maneira como se apreende essas transformações.

O novo quadro territorial surge, desse modo, com alterações significativas nos critérios de determinação regional - conjuntos regionais onde se privilegiou alguns aspectos diferenciadores e marcantes do território de forma a se obter um contorno de cada espaço regional. A contextualização das regiões foi construída assim, a partir de uma visão que combina o processo de urbanização e o processo de integração do mercado nacional, com o surgimento de estruturas verticais que estabelecem relações em rede e fortalecem cidades e
aglomerações urbanas como elementos fundamentais de interconexão da gestão, da infra-estrutura e das atividades produtivas.

Acesso ao produto - 2013

Aplicativos

  • Portal de Mapas - Esta aplicação permite a visualização de diversos mapas produzidos pelo IBGE, além da manipulação dos dados espaciais disponibilizados

Bases de dados e tabelas

Mapas

Notas técnicas

Principais resultados - 2013

Nenhum conteúdo disponível para exibição

Downloads

Informações técnicas - 2013

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Parcerias

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Resoluções e legislação

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Saiba mais - 2013

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Métodos e documentos de referência - 2013

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Publicações - 2013

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Erramos

    • Substituição da base de dados da Divisão Urbano Regional

      Data de publicação: 29/10/2018 12:10

      Descrição:
      Confirmamos a necessidade de alteração dos arquivos que compõem a base de dados da Divisão Urbano Regional, que consta no site do IBGE. Nas tabelas, a Unidade da Federação, Piauí, ao qual o município de Nazária pertence, aparece com o código 26, quando o correto é 22.

      Ações: A base de dados foi corrigida e substituída no portal IBGE.

    Perguntas frequentes

    O que é a Divisão Urbano Regional?
    A Divisão Urbano Regional se constitui em um recorte territorial em três diferentes níveis escalares que recobre todo o território nacional. Nesta divisão, cada região criada é contígua e cada município pertence a uma única unidade territorial. Uma especificidade inerente ao trabalho é a identificação de um município polo para cada região. Poe ter como base a rede urbana, os seus limites não ficam restritos aos limites estaduais. A identificação e delimitação dos novos desenhos regionais, aqui chamadas de Regiões de Articulação Urbana, encontram-se fortemente vinculadas à compreensão das transformações socioespaciais que ocorrem no país e também à maneira como se apreende essas transformações.

    O que são as Regiões de Articulação Urbana?
    O presente estudo identificou regiões em três escalas de referência, nomeadas como Regiões Ampliadas de Articulação Urbana, Regiões Intermediárias de Articulação Urbana e Regiões Imediatas de Articulação Urbana. As Regiões de Articulação Urbana são espaços pautados numa organização em rede, onde os centros de gestão do território e os fluxos determinam as vinculações e o arranjo regional. Porém, tais características apenas refletem processos históricos que se formaram pela interação entre vários atores e palcos, tais como: os domínios ecológicos; a população; as atividades agrícolas e industriais; os transportes e as atividades terciárias, e que, ainda que subjacentes nessa análise permitem uma visão da diversidade do país.

    Qual a periodicidade de atualização dos Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil?
    A atualização do estudo é decenal sempre após o último Regiões de Influência das Cidades - REGIC de onde são retirados os dados que compõem um dos critérios de delimitação desses recortes. Fica a critério do IBGE, por necessidade ou conveniência, a realização de ajustes nos ciclos de atualização dos produtos

    A sua dúvida não foi respondida aqui?
    Então entre em contato com a gente pelo ibge@ibge.gov.br ou pelo 0800-721-8181.