Pesquisa da Pecuária Municipal - PPM

Menu do Produto

O que é

Investiga informações sobre os efetivos das espécies animais criadas e os produtos da pecuária, tendo como unidade de coleta o município

A Pesquisa da Pecuária Municipal - PPM teve início no Ministério da Agricultura em 1945. Suas informações eram levantadas pela Rede de Coleta do IBGE, cabendo ao Ministério a elaboração dos questionários, a apuração, a crítica e a divulgação dos resultados. Com a publicação do Decreto n. 73.482, de 17.01.1974, o Instituto tornou-se responsável por todas as fases da pesquisa a partir daquela data, bem como pelos demais inquéritos estatísticos relacionados ao setor agropecuário. As estatísticas relativas aos anos de 1971 e 1972, porém, não estão disponíveis por não terem sido divulgadas pelo Ministério. Até 1980, as variáveis investigadas eram, basicamente, a quantidade de animais existentes em 31.12, a produção dos principais produtos primários da pecuária e o preço médio anual unitário. Em 1981 e 1989, ocorreram modificações no questionário da pesquisa visando o aprimoramento de seu escopo. Em 2013, além de outros aprimoramentos realizados no questionário, passou a ser investigada, também, a produção da aquicultura, fruto de acordo entre o IBGE e o Ministério da Pesca e Aquicultura. A produção de peixes, camarões e moluscos, alevinos de peixes, larvas de camarão, sementes de moluscos, bem como o valor da produção de outros animais (rã, jacaré etc.) foram, assim, introduzidos no âmbito da PPM.

A pesquisa fornece informações sobre os efetivos da pecuária existentes no município na data de referência do levantamento, bem como a produção de origem animal, e o valor da produção durante o ano de referência. Os efetivos incluem bovinos, suínos, matrizes de suínos, galináceos, galinhas, codornas, equinos, bubalinos, caprinos e ovinos. A produção de origem animal, por sua vez, contempla a produção de leite, ovos de galinha, ovos de codorna, mel, lã bruta e casulos do bicho-da-seda; as quantidades de vacas ordenhadas e ovinos tosquiados; e a aquicultura, que engloba as produções da piscicultura, carcinocultura e malacocultura.

A periodicidade da pesquisa é anual. Sua abrangência geográfica é nacional, com resultados divulgados para Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação, Mesorregiões, Microrregiões e Municípios.