Nossos serviços estão apresentando instabilidade no momento. Algumas informações podem não estar disponíveis.

Censo Agropecuário

Sobre - Características gerais das produções agropecuária e extrativista, segundo a cor ou raça do produtor e recortes territoriais específicos

O Censo Agropecuário investiga informações sobre os estabelecimentos agropecuários e as atividades agropecuárias, florestais ou aquícolas neles desenvolvidas, abrangendo, além das características do produtor e das características dessas unidades produtivas, aspectos relacionados à economia e ao emprego no meio rural, bem como à pecuária, à lavoura e à agroindústria.

Com o lançamento desta publicação, o IBGE traz a público mais um conjunto de estatísticas do Censo Agropecuário 2017, ensejadas por duas perspectivas inéditas de análise: cor ou raça do produtor e de seu cônjuge, cuja investigação foi introduzida, pela primeira vez, nesta edição da pesquisa; e recortes territoriais específicos, cujas desagregações foram construídas a partir de operações de geoprocessamento das coordenadas geográficas obtidas durante a operação de coleta.

No que diz respeito à cor ou raça, as análises enfocam, pela primeira vez, as características gerais das produções agropecuária e extrativista dos estabelecimentos com produtor ou cônjuge indígena, assim como daqueles com produtor ou cônjuge preto e/ou pardo, em todo o Território Nacional. São exploradas, também, informações sobre as categorias de cor ou raça do produtor – branca, preta, amarela, parda e indígena – separadamente, oferecendo-se um panorama dos estabelecimentos sob essa perspectiva de exame.

Quanto aos recortes territoriais específicos, as análises congregam as características gerais das produções agropecuária e extrativista dos estabelecimentos localizados em Terras Indígenas Oficialmente Delimitadas até 30 de setembro de 2017, data de referência da pesquisa, bem como daqueles situados em Reservas Extrativistas, Reservas de Desenvolvimento Sustentável ou Florestas de Uso Sustentável.

Espera-se que o conjunto das informações apresentadas nesta publicação, também acessível no portal do IBGE na Internet, contribua para ampliar o conhecimento sobre a produção agropecuária e extrativista dos povos indígenas, dentro e fora de Terras Indígenas Oficialmente Delimitadas, e dos produtores agropecuários florestais e aquícolas de gêneros agroextrativistas vinculados à identidade de Povos e Comunidades Tradicionais, dentro e fora de Unidades de Conservação.