Censo Agropecuário

Menu do Produto

Sobre - Resultados definitivos

O IBGE realizou, em 2017, uma operação censitária com o objetivo de retratar a realidade do “Brasil Agrário” por meio da investigação das características e das atividades econômicas realizadas nos estabelecimentos agropecuários do País. Para tal, foram adotadas as premissas sugeridas no Programa del Censo Agropecuario Mundial 2020, implementado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (Food and Agriculture Organization - FAO) em 2016; as categorizações da Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE 2.0, elaborada pelo IBGE em 2007; e a Revisão 4 da Clasificación Industrial Internacional Uniforme de Todas las Actividades Económicas - CIIU (International Standard Industrial Classification of all Economic Activities - ISIC), da Divisão de Estatística das Nações Unidas (United Nations Statistics Division - UNSD).

Como fruto dessa operação, são apresentados, nesta publicação, os resultados definitivos do Censo Agropecuário 2017. As informações sobre pessoal ocupado, estoques, efetivos da pecuária, lavouras permanentes e silvicultura, entre outros dados estruturais, têm como referência o dia 30 de setembro de 2017, enquanto as relacionadas à propriedade, produção, área, volume de trabalho durante o ano, entre outros aspectos, se reportam ao período de 1o de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017.

Desde a última realização da pesquisa em 2006, cabe destacar, ocorreram alterações setoriais significativas, além de mudanças na economia em geral. Visando melhor captar as transformações ocorridas nas atividades agropecuárias, florestais e aquícolas, bem como no meio rural, esta edição da pesquisa caracterizou-se não só pela inovação tecnológica como também pelo refinamento metodológico introduzidos, especialmente no que diz respeito à reformulação de seu conteúdo e à incorporação de conceitos que se integraram ao universo agrícola nacional após o levantamento anterior. 

As estatísticas, divulgadas para o total Brasil e as Unidades da Federação, retratam múltiplos aspectos, como número e área total dos estabelecimentos agropecuários; condição legal do produtor e das terras; direção dos trabalhos; utilização das terras; uso de irrigação; preparo do solo; sexo, idade, escolaridade e cor ou raça do produtor; pessoal ocupado; uso de adubação, calagem e agrotóxicos; associação; uso de energia elétrica; orientação técnica; efetivos da pecuária; e máquinas, tratores e implementos utilizados. A publicação inclui ainda notas técnicas sobre a pesquisa e as conceituações necessárias à compreensão de tais resultados. No portal do IBGE na Internet, são disponibilizadas informações, nos diferentes níveis territoriais e em diferentes visões territoriais, no Sistema IBGE de Recuperação Automática - Sidra.

Os resultados do Censo Agropecuário 2017, a exemplo dos realizados anteriormente, estão em consonância com as recomendações e os conceitos básicos consagrados pela FAO, permitindo, assim, a comparabilidade internacional dessas estatísticas.