Síntese de Indicadores Sociais - SIS

Submenu

O que é

Esta publicação reúne múltiplas informações sobre a ampla realidade social brasileira, acompanhadas de comentários que destacam, em cada uma das dimensões temáticas de análise, algumas das principais características observadas nos diferentes estratos populacionais.

Os temas selecionados – Aspectos demográficos, Famílias e arranjos, Grupos populacionais específicos, Educação, Trabalho, Padrão de vida e distribuição de renda e Domicílios – estão articulados em torno do eixo das desigualdades sociais, que leva em consideração as dimensões espaço e tempo em seu tratamento. Os indicadores são ilustrados em tabelas e gráficos para o conjunto do País, sendo, em alguns casos, desagregados por situação urbana e rural.

A principal fonte de informação da Síntese de Indicadores Sociais é a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD 2015, realizada pelo IBGE, complementada com outras estatísticas do Instituto provenientes do Censo Demográfico 2010, Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade, Pesquisa Nacional de Saúde - PNS, Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - PeNSE e Contas Nacionais Trimestrais. As fontes externas analisadas abarcam as bases de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, do Ministério da Educação; o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos - Sinasc e o Sistema de Informações sobre Mortalidade - SIM, ambos do Ministério da Saúde; e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Caged, do Ministério do Trabalho. Quando possível e pertinente, também são incorporadas informações internacionais, com vistas à comparabilidade dos indicadores.

A sistematização desses indicadores atende a recomendações internacionais e contribui para a compreensão das modificações nos perfis demográfico, social e econômico da população, possibilitando, assim, o monitoramento de políticas sociais e a disseminação de informações relevantes para toda a sociedade brasileira.

Destaques

Nenhum conteúdo disponível para exibição

Resultados

Tabelas

Aspectos demográficos (xls | ods)

Famílias e arranjos (xls | ods)

Grupos populacionais específicos (xls | ods)

Educação (xls | ods)

Trabalho (xls | ods)

Padrão de vida e distribuição de renda (xls | ods)

Domicílios (xls | ods)

 

Índice das tabelas

Notas Técnicas

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Séries históricas

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Microdados

    Nenhum conteúdo disponível para exibição

    Portaria de precedência

    Downloads

    Conceitos e métodos

    As informações a seguir descrevem os metadados estatísticos, que são o conjunto de conceitos, métodos e aspectos relacionados às estatísticas, e são informações necessárias para compreender as características e a qualidade das estatísticas e interpretá-las corretamente.

    Objetivo

    Possibilitar o conhecimento da realidade brasileira, visando avaliar a qualidade de vida e os níveis de bem-estar das pessoas, as famílias e grupos sociais, a efetivação de direitos humanos e sociais, o acesso a diferentes serviços, bens e oportunidades.

    Tipo de operação estatística

    Sistema de indicadores síntese

    Tipo de dados

    Dados agregados, Projeções e estimativas populacionais, Dados de pesquisa por amostragem probabilística, Registros Administrativos

    Periodicidade de divulgação

    Anual

    Abrangência geográfica

    Nacional

    População-alvo

    População Residente nos domicílios particulares (permanentes e improvisados), e em unidades de habitação em domicílios coletivos, nas áreas urbana e rural.

    Metodologia

    Elabora e analisa indicadores da população brasileira, construídos a partir de dados do IBGE, do Censo Demográfico e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, e de outras instituições, abrangendo temas como características da população, educação, crianças e adolescentes, família, trabalho e rendimento, saúde, cor ou raça, idosos, saneamento e habitação, entre outros.
    Técnica de coleta:
    Não se aplica
    Procedimento de amostragem
    Não se aplica

    Temas

    Temas e subtemas
    Família, Grupos populacionais específicos, Trabalho, Trabalho remunerado, Outras formas de trabalho, Rendimento, despesa e consumo, Estatísticas multidomínio, Gênero, População, Condições de vida, pobreza e desigualdade, Educação, Características gerais da população, Habitação, Componentes da dinâmica demográfica e estatísticas vitais, Proteção social
    Principais variáveis
    Aspectos demográficos
    - Razão de sexo
    - Esperança de vida ao nascer
    - Proporção de pessoas de 60 anos ou mais de idade
    - Proporção de pessoas de 15 anos ou mais de idade que viviam
    em união conjugal
    - Taxa específica de fecundidade das mulheres de 15 a 19 anos de idade
    - Distribuição percentual de óbitos, por grupos de causas denidas

    Famílias e arranjos
    - Distribuição percentual dos arranjos residentes em domicílios
    particulares, por tipo de arranjo e de núcleo familiar
    - Distribuição percentual das pessoas residentes em domicílios
    particulares, por tipo de arranjo e de núcleo familiar
    - Número médio de pessoas nos arranjos residentes em domicílios
    particulares

    Grupos populacionais específicos
    - Distribuição percentual da população residente em domicílios
    com rendimento mensal per capita de até 1/4 do salário mínimo,
    por grupos de idade
    - Distribuição percentual da população, por situação de segurança
    alimentar do domicílio, segundo os grupos de idade
    - Distribuição percentual das crianças com até 4 anos de idade,
    por situação de segurança alimentar do domicílio
    - Proporção de crianças de 0 a 4 anos de idade residentes em domicílios
    particulares permanentes sem acesso a algum serviço de saneamento
    - Percentual de crianças e adolescentes de 10 a 13 anos de idade em
    situação de trabalho infantil
    - Taxa de homicídios por arma de fogo
    - Percentual de jovens que frequentam a escola
    - Nível de ocupação dos jovens
    - Distribuição percentual dos jovens de 15 a 29 anos de idade,
    por tipo de atividade na semana de referência
    - Proporção de idosos residentes em domicílios particulares
    permanentes, segundo as características do entorno dos domicílios
    - Proporção de idosos, por situação de acesso a serviços de saúde
    - Nível de ocupação dos idosos

    Educação
    - Taxa de frequência bruta a estabelecimento de ensino
    - Proporção das crianças de 4 e 5 anos de idade que frequentam
    instituição de ensino
    - Proporção de estudantes de 15 a 17 anos de idade com distorção
    idade-série
    - Proporção de pessoas de 15 a 17 anos de idade que não concluíram
    o ensino fundamental dentre os que não frequentam escola
    - Taxa de frequência líquida no ensino superior de graduação da população
    de 18 a 24 anos de idade
    - Distribuição percentual de estudantes no ensino superior, por
    quintos do rendimento mensal domiciliar per capita
    - Percentual de matrículas em cursos de bacharelado presencial nas
    instituições privadas com algum tipo de financiamiento estudantil

    Trabalho:
    - Taxa de desocupação das pessoas de 16 anos ou mais de idade
    - Percentual de pessoas de 16 anos ou mais de idade ocupadas na
    semana de referência em trabalhos formais
    - Saldo de movimentação de empregados no mercado de trabalho
    forma
    - Percentual de pessoas de 16 anos ou mais de idade ocupadas na semana de
    referência como empregados sem carteira, trabalhador doméstico sem carteira
    e trabalhadores por conta-própria que contribuem para a previdência social
    - Percentual de empregadas domésticas de 16 anos ou mais de idade
    ocupadas na semana de referência que contribuem para a previdência social
    - Rendimento médio real do trabalho principal das pessoas de 16 anos ou mais
    de idade ocupadas na semana de referência
    - Média de horas semanais trabalhadas no trabalho principal
    - Média de horas gastas em afazeres domésticos

    Padrão de vida e distribuição de renda:
    - Proporção de pessoas por condição de saúde
    - Índice de Gini da distribuição do rendimento mensal das pessoas de
    15 anos ou mais de idade, com rendimento
    - Taxa de crescimento anual do Produto Interno Bruto
    total a preços constantes
    - Rendimento mensal domiciliar per capita médio e mediano dos
    arranjos residentes em domicílios particulares
    - Distribuição percentual das pessoas residentes em domicílios
    particulares, por classes de rendimento domiciliar per capita
    - Índice de Palma do rendimento de todas as fontes
    das pessoas de 10 anos ou mais de idade com rendimentos

    Domicílios:
    - Número de domicílios particulares
    - Número médio de moradores dos domicílios particulares
    - Proporção de domicílios particulares permanentes com adensamento
    domiciliar excessivo
    - Proporção de domicílios particulares permanentes
    com banheiro ou sanitário de uso exclusivo dos moradores
    - Proporção de domicílios particulares permanentes com acesso a
    serviços de saneamento, por tipo de serviço
    - Proporção de domicílios particulares permanentes
    rurais com iluminação elétrica
    - Distribuição percentual dos domicílios particulares permanentes,
    por condição de ocupação
    - Proporção de domicílios particulares permanentes com ônus
    excessivo com aluguel
    - Proporção de domicílios particulares permanentes com
    posse de máquina de lavar roupa
    - Proporção de domicílios particulares permanentes com posse de
    bens duráveis de informação e comunicação, por tipo de bem
    Palavras-chave
    Aspectos demográficos, grupos sociodemográficos, crianças, adolescentes, jovens, idosos, famílias, educação, trabalho, renda, distribuição de renda, domicílios, síntese, indicadores, pnad

    Unidades de informação

    Unidade de investigação
    Não se aplica
    Unidade de análise
    Pessoa, Domicílio, Família
    Unidade informante
    Não se aplica.

    Períodos de referência

    Ano - 01/01/2015 a 31/12/2015

    Disseminação

    Formas de disseminação
    Publicação Digital (on line), Publicação impressa
    Nível de desagregação geográfica
    Região Metropolitana
    Nível de divulgação
    Os resultados são divulgados para o Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação e nove Regiões Metropolitanas (Belém, Recife, Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre).

    Histórico

    A Síntese de Indicadores Sociais é uma publicação anual que teve início em 1998. Sua origem no IBGE remonta ao relatório de Indicadores Sociais, publicado nesta instituição em 1979 e que teve, entre seus objetivos, avançar na proposição de novos indicadores de avaliação das condições de vida da população, rompendo, com isso, com a hegemonia de indicadores econômicos para estes fins, em especial o Produto Interno Bruto.

    Saiba mais

    https://metadados.ibge.gov.br/consulta/dthPesquisa.aspx?codPesquisa=XS

    Calendário

    Próximas divulgações

    Operação estatísticaPrevisão de divulgação
    Síntese de Indicadores Sociais: Uma análise das condições de vida da população brasileira
    Período de referência: 2017
    15/12/2017

    Divulgações anteriores

    Nenhuma divulgação passada

    Publicações

    Material de apoio

    Nenhum material de apoio cadastrado para esse item

    Erramos

    Nenhum conteúdo disponível para exibição