Comunicados

Disponibilização de novos arquivos das Redes Geodésicas: RBMC e RMPG, em janeiro

23/02/2021

O IBGE é o responsável pela gestão do Sistema Geodésico Brasileiro (SGB), de acordo com o decreto-lei n°243 de 1967. O SGB se divide em três redes: a gravimétrica, a altimétrica e a planialtimétrica. Complementando a arquitetura geodésica nacional o IBGE mantém duas redes ativas que proporcionam melhoria, ampliação de uso e refinamento do SGB. São elas:

  • Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo dos Sistemas GNSS (RBMC) - composta por um conjunto de estações geodésicas, equipadas com receptores GNSS (Global Navigation Satellite Systems) de alto desempenho, que proporcionam, uma vez por dia ou em tempo real, observações para a determinação de coordenadas (latitude, longitude e altitude elipsoidal) de alta precisão (centímetros ou melhor), sendo a estrutura geodésica mais utilizada por profissionais, destacando-se topógrafos e engenheiros que necessitam de seus dados suas informações para realizar os trabalhos de georreferenciamento, para apoio às obras de infraestrutura. Atualmente a RBMC possui 150 estações, equipadas com receptores GNSS, que rastreiam sinais transmitidos pelos satélites do sistema de navegação americano(GPS) e também pelos sistemas russo (GLONASS), europeu(Galileo) e chinês (Beidou
  • Rede Maregráfica Permanente para Geodésia (RMPG) - composta por um conjunto de estações maregráficas que monitoram as variações do nível do mar, com a finalidade de acompanhar a relação entre o Datum Vertical Brasileiro (definido em Imbituba, em Santa Catarina, e Santana, no Amapá) e outros níveis de referência maregráficos, bem como subsidiar os estudos de modernização das altitudes brasileiras e de variação do nível do mar. A RMPG possui ao todo 6 estações maregráficas (EM) ativas localizadas nas cidades de Imbituba/SC, Arraial do Cabo/RJ, Salvador/BA, Fortaleza/CE, Belém/PA e Santana/AP e cada estação equipada com dois sensores de nível d’água (radar e encoder).

Por exemplo, em janeiro de 2021, foram disponibilizados no portal do IBGE um conjunto de 3909 novos arquivos das estações da RBMC e 155 novos arquivos das estações da RMPG.

Informações sobre novas estações, estações desativadas, estações atualizadas e sobre a situação operacional das estações são encontradas em:
https://www.ibge.gov.br/geociencias/informacoes-sobre-posicionamento-geodesico/rede-geodesica/16258-rede-brasileira-de-monitoramento-continuo-dos-sistemas-gnss-rbmc.html?=&t=dados-diarios-e-situacao-operacional

Informações atualizadas sobre a situação operacional são publicadas diariamente no Twitter da RBMC:
https://twitter.com/IBGE_RBMC

Todas as estações da RMPG encontram-se operacionais com exceção da estação de Fortaleza.
https://www.ibge.gov.br/geociencias/informacoes-sobre-posicionamento-geodesico/rede-geodesica/10842-rmpg-rede-maregrafica-permanente-para-geodesia.html?=&t=o-que-e

Diretoria de Geociências
23 de fevereiro de 2021



Voltar para os comunicados