Comunicados

Nota Técnica - Sistema de Contas Nacionais

05/10/2020

A utilização de tecnologias da informação e comunicação, como aplicativos de celular e plataformas na Internet, tem se expandido em diversas atividades nos últimos anos e isso está mudando a maneira como alguns serviços são providos. A chamada “Economia Digital” ganhou ampla visibilidade internacional entre os órgãos de estatística dos países e entidades supranacionais como as Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que vêm elaborando recomendações para o tratamento das empresas da economia digital nas estatísticas e, consequentemente em Contas Nacionais1.

No Brasil, as empresas inseridas na “Economia Digital” também vêm crescendo e ganhando cada vez mais importância na economia. Visando sempre manter a aderência às recomendações internacionais passamos a fazer um acompanhamento especial dessas empresas, de modo a retratar da forma mais precisa possível as transações econômicas que acontecem no país. O acompanhamento resultou na revisão de alguns valores referentes ao ano de 2017, em especial na atividade de “Armazenamento, atividades auxiliares dos transportes e correio”. O Valor da produção, o Consumo intermediário, as Remunerações, o Excedente operacional bruto e as Ocupações dessa atividade tiveram alterações, bem como o Consumo das famílias referente a Serviços auxiliares aos transportes.


1 Vide textos nos links:
http://unstats.un.org/unsd/nationalaccount/aeg/2016/4_Internet_Economy.pdf;
http://unstats.un.org/unsd/nationalaccount/aeg/2016/Conclusions.pdf;
https://unstats.un.org/unsd/classifications/expertgroup/egm2017/ac340-8.PDF.



Diretoria de Pesquisas
5 de outubro de 2020



Voltar para os comunicados