Nossos serviços estão apresentando instabilidade no momento. Algumas informações podem não estar disponíveis.

SIS - Summary of Social Indicators

About - 2022

This publication gathers information on the living conditions of the Brazilian population, together with comments that highlight, in each one of the thematic dimensions of analysis, some of the main characteristics observed in the different population strata. Its indicators represent the diversity of society from the point of view of social inequalities and are organized into three chapters which attempt to highlight the impact of the Covid1-19 pandemic on these statistics.

The chapter Economic structure and labor market deals with the recent behavior of the economy and that highlights the the structural inequalities identified. It highlights the profile of persons who, remain mostly in informal jobs, underemployed, unemployed, or who are out of the workforce, mainly those considered more vulnerable, such as those who are black or brown, as well as women and youths, especially those not studying or working, considering the need of developing policies aimed at this group. The chapter Standard of living and income distribution, assesss the dynamics of income in Brazil, in the period 2012 to 2021, and provides subsidies for the study of central dimensions in the determinantion of living conditions: income inequalities and monetary poverty. This chapter is related to the previous one, as it connects the dynamics of household income to the performance of the labor market, and encompasses in this analysis different population profiles and historically acknowledged dimensions of inequalities in the distribution of income. It also evaluates the impacts of the reduction of the Emergency Aid, created during the pandemic, about these indicators. The chapter Health conditions approaches the evolution of mortality in Brazil and its main causes, by specifica population groups, with analyses by age, sex and color or race. It also presents a panorama of mortality statistics and of infrastructure conditions and availability of human resources in the field of health, ending with a specific analysis about some indicators related to the pandemic and the supply of structure for municipal public policies.

The publication, including the complete table plan of the topics surveyed, is also available on the IBGE website.

The main reference of these analyses is the Continuous National Household Sample Survey - Continuous PNAD Contínua, conducted by the IBGE. Other statistics produced by the Institute, besides records of many external sources, add to the delimitation of a varied panorama of the Brazilian social reality, whose comparison with those of other countries is based on international indicators.

Concepts and methods - 2022

As informações a seguir descrevem os metadados estatísticos, que são o conjunto de conceitos, métodos e aspectos relacionados às estatísticas, e são informações necessárias para compreender as características e a qualidade das estatísticas e interpretá-las corretamente.

Informações Gerais

Objetivo
Possibilitar o conhecimento da realidade brasileira, visando avaliar a qualidade de vida e os níveis de bem-estar das pessoas, as famílias e grupos sociais, a efetivação de direitos humanos e sociais, o acesso a diferentes serviços, bens e oportunidades.
Tipo de operação estatística
Sistema de indicadores síntese
Tipo de dados
Dados de pesquisa por amostragem probabilística, Registros administrativos, Indicadores
Periodicidade de divulgação
Anual
População-alvo
População residente nos domicílios particulares permanentes

Metodologia

Elabora e analisa indicadores da população brasileira, construídos a partir de dados oriundos de pesquisas do IBGE e de outras instituições, abrangendo temas como características da população, educação, crianças e adolescentes, família, trabalho e rendimento, saúde, cor ou raça, idosos, entre outros.
Técnica de coleta:
Não se aplica
Procedimento de amostragem
Não se aplica
Crítica e imputação
Não se aplica

Temas

Temas e subtemas
Família, Grupos populacionais específicos, Trabalho, Trabalho remunerado, Outras formas de trabalho, Rendimento, despesa e consumo, Gênero, População, Condições de vida, pobreza e desigualdade, Educação, Características gerais da população, Habitação, Componentes da dinâmica demográfica e estatísticas vitais

Unidades de informação

Unidade de investigação
Pessoa, Domicílio
Unidade de análise
Pessoa, Domicílio
Unidade informante
Pessoa, Domicílio.

Períodos de referência

Período - 01/01/2012 a 31/12/2021

Disseminação

Formas de disseminação
Publicação Digital (online)
Nível de desagregação geográfica
Município da Capital

Histórico

A Síntese de Indicadores Sociais é uma publicação anual que teve início em 1998. Sua origem no IBGE remonta ao relatório de Indicadores Sociais, publicado nesta instituição em 1979 e que teve, entre seus objetivos, avançar na proposição de novos indicadores de avaliação das condições de vida da população, rompendo, com isso, com a hegemonia de indicadores econômicos para estes fins, em especial o Produto Interno Bruto.

Saiba mais

https://metadados.ibge.gov.br/consulta/estatisticos/operacoes-estatisticas/XS

Description

The Summary of Social Indicators assesses the life quality and well-being levels of persons, households and population groups and the realization of social and human rights, as well as the access to different services, goods and opportunities, by means of indicators aiming at taking into account the heterogeneity of the Brazilian society under the perspective of the social inequalities.

The Summary of Social Indicators began in 1998. Its origin dates back to the Social indicators: 1979 report publication, also from the IBGE, which broke the hegemony of using economic indicators for such purposes, particularly the Gross Domestic Product - GDP. The report proposed a new scope to assess the life conditions of the population, including issues related to Population and households, Labor division, Occupational mobility of the workforce, Income distribution, Household expenditure, Housing, Education and Health. Up to the 2016 edition, the National Household Sample Survey - PNAD was its major information source, complemented by other statistics, either from the IBGE or from external sources. With the replacement of PNAD by the Continuous National Household Sample Survey - Continuous PNAD, the latter became the major information source of the study, also complemented by other internal and external statistics.

Along its existence, the study has been including a number of key information to map the inequalities and their effects on the Brazilian social reality, aiming not only at incorporating current and relevant issues for public policies, but also at deepening the analyses based on the inequalities of gender, color or race and age groups.

The periodicity of the study is annual, except in the years when the Population Census takes place. Its geographic coverage is national, with results released for Brazil, Major Regions, Federation Units, Metropolitan Areas and Municipalities of the Capitals.

Downloads

Technical Information

Up to the 2016 edition, the National Household Sample Survey - PNAD was the major source of information of the Summary of Social Indicators, complemented by other statistics, either from the IBGE or external. AS PNAD was replaced by the Continuous National Household Sample Survey - Continuous PNAD, this became the major source of information, together with other internal and external statistics.

Methodological considerations on both surveys can be respectively obtained on the following addresses:

News and Releases

In 2021, 12.7 million youth in Brazil were neither stuyding nor working

In spite of the decrease from 2020, first year of the pandemic, the number of youth not studying or working...

02/12/2022

Larger municipalities implemented most policies to combat Covid in 2020

Food securiy, an indicator directly related to the populations health status, fell from 65.1%, in 2004,...

02/12/2022

Poverty hits a record in 2021, 62.5 million persons, highest level since 2012

In 2021, considering poverty lines set by the World Bank, about 62.5 million persons (or 29.4% of Brazil...

02/12/2022

Summary of Social Indicators: in 2020, without social programs, 31.2% of Brazil’s population would be in living in poverty

From 2019 to 2020, the proportions of the population living in extreme poverty and in poverty, in Brazil,...

03/12/2021

Number of black men killed by Covid exceeded that of white ones in 2020

Last year, Covid-19 was the reported cause of death of 209.7 thousand deaths in the country, being 200.6...

03/12/2021

Despite emergency benefits, 1 out of every 4 Brazilians were living in poverty in 2020

About 12 million persons lived in extreme poverty in Brazil in 2020, that is, on less than R$155 reais...

03/12/2021

In pre-pandemic, nearly 38% of the population had some difficulty of water supply

Almost 38% of the population in the country faced some type of vulnerability in the access to water that...

23/06/2021

Summary of Social Indicators: in 2019, proportion of poor people falls to 24.7% but extreme poverty still reaches 6.5% of the population

The results are based on data from the Continuous National Household Sample Survey from 2012 to 2019,...

12/11/2020

Labor, income and housing: inequalities between whites and blacks or browns go on in Brazil

Labor market, income and housing conditions are uneven in the country according to the color and race...

12/11/2020

Eight in every ten youngsters who never attended school were unemployed in Brazil in 2019

About 82.3% of young people aged 15 to 29 who never attended school were unemployed in 2019, according...

12/11/2020

See more releases

Errata

Ordinance on pre-release access (in Portuguese)

Divulgação dos resultados de indicadores conjunturais

 

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 355, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2007
(Publicada no Diário Oficial da União nº 213, Seção 1, de 06.11.2007)

 

O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II, do artigo 87 da Constituição Federal, resolve:

Art. 1º - A divulgação dos resultados de indicadores conjunturais produzidos pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE seguirá as seguintes etapas:

I - às sete horas do dia da divulgação serão encaminhados os resultados, acompanhados de um sumário-executivo elaborado pelo IBGE, para as autoridades da lista de precedência;

II - às nove horas do dia da divulgação serão encaminhados os resultados para os órgãos de imprensa e disseminados na Internet, através do sítio https://www.ibge.gov.br.

§ 1º. Os técnicos do IBGE estarão disponíveis para prestar esclarecimentos aos usuários sobre os resultados da pesquisa divulgada a partir do encaminhamento de que trata o inciso II do caput.

§ 2º. O disposto nesta portaria aplica-se a qualquer indicador conjuntural produzido pelo IBGE, especialmente aos seguintes:

I - Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC);

II - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA);

III - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E);

IV - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15);

V - Pesquisa Mensal de Emprego (PME);

VI - Contas Nacionais Trimestrais;

VII - Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil);

VIII - Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional);

IX - Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário - (PIMES);

X - Pesquisa Mensal de Comércio (PMC);

XI - Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI);

XII - Conjuntura Agropecuária (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal; Pesquisa Trimestral de Abate de Animais; Pesquisa Trimestral de Leite; Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha; Pesquisa Trimestral do Couro).

Art. 2° - A relação das autoridades constantes da lista de precedência específica a cada pesquisa de indicadores conjunturais, será divulgada por intermédio de Nota Oficial da Instituição e disseminada no portal do IBGE na Internet, através do sítio https://www.ibge.gov.br

Art. 3º - As autoridades constantes da lista de precedência deverão observar o mais rigoroso sigilo das informações referentes aos indicadores de que trata esta Portaria, nos termos do disposto na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Art. 4º - Revogam-se as Portarias nº 164/MP, de 20 de dezembro de 1999, e nº 167/MP, de 5 de setembro de 2003.

Art. 5º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

PAULO BERNARDO SILVA 


 O IBGE divulga a relação das autoridades que recebem com precedência os resultados das pesquisas conjunturais produzidas por esta Instituição: 

Ministra do Planejamento e Orçamento – Simone Nassar Tebet Rocha

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)


Ministro da Fazenda – Fernando Haddad

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)


Ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços - Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho

  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Presidente do Banco Central - Roberto de Oliveira Campos Neto

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Presidente da Caixa Econômica Federal - Carlos Antônio Vieira Fernandes

  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)

 

Chefe de Gabinete Adjunto de Informações em Apoio à Decisão do Gabinete Pessoal do Presidente da República - Sandra Márcia Chagas Brandão

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 


Presidente do IBGE
Cimar Azeredo Pereira
(substituto)
Atualizado em 20 de abril de 2023

  

Divulgação dos resultados de indicadores estruturais

 

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 15, DE 27 DE JANEIRO DE 2005
(Publicada no Diário Oficial da União edição número 20 de 28/01/2005)

 

O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, INTERINO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, incisos I e II, da Constituição e considerando o disposto no art. 27, inciso XVII, alínea "c", da Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, resolve:

Art. 1º - Disciplinar os procedimentos a serem observados na divulgação dos resultados de indicadores estruturais produzidos pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE.

Art. 2º Os resultados serão encaminhados pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE ao Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, com antecedência mínima de quarenta e oito horas do horário fixado no art. 3º, inciso I, desta Portaria.

Art. 3º No dia da divulgação dos resultados dos indicadores de que trata esta Portaria, serão observados:

I - liberação para a imprensa e disponibilização pela Internet, no endereço: (https://www.ibge.gov.br), às 10 horas;

II - os técnicos do IBGE somente poderão prestar esclarecimentos sobre os resultados dos indicadores estruturais após a liberação e publicação na forma do inciso I.

Art. 4º Os servidores que tenham conhecimento prévio dos resultados deverão manter rigoroso sigilo, sob pena de responsabilidade nos termos da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

NELSON MACHADO