Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

English
A- A+

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Tabagismo - 2008

A Organização Mundial da Saúde - OMS (World Health Organization - WHO) identifica o tabagismo como um fator de risco à vida a ser combatido com alta prioridade, tendo em vista a elevada ocorrência de mortes associadas ao seu uso, e, nesse contexto, tem conduzido, juntamente com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (Centers for Disease Control and Prevention - CDC), a pesquisa Global Adult Tobacco Survey - GATS, em diversos países em desenvolvimento, para atender ao programa internacional de controle do uso do tabaco.

No Brasil, o IBGE e o Ministério da Saúde, através do Instituto Nacional de Câncer - INCA, da Secretaria de Vigilância em Saúde - SVS e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA, constituíram parceria para realização de uma pesquisa especial da PNAD 2008 sobre o tema, a Pesquisa Especial de Tabagismo - PETab, que constitui a realização brasileira da GATS.

Com o lançamento da presente publicação, o IBGE traz a público os resultados desse levantamento, realizado à luz da metodologia internacionalmente proposta. Para tal, foram investigados aspectos relacionados ao uso dos produtos derivados do tabaco, tentativas de cessação do hábito, exposição indireta à fumaça do tabaco, acesso a campanhas de conscientização sobre os riscos do tabagismo e da percepção das pessoas sobre esses riscos, e compra de cigarros industrializados, tendo como foco as pessoas de 15 anos ou mais de idade. Os resultados estão disponíveis para o Brasil e Grandes Regiões, com indicadores selecionados, por situação urbana ou rural dos domicílios. São apresentados, também, dados por Unidades da Federação, e segundo características demográficas e socioeconômicas, como sexo, idade, cor ou raça, nível de instrução e rendimentos. A análise dos resultados, ilustrada por tabelas e gráficos, ressalta as questões mais relevantes dessa investigação, que teve como objetivos principais subsidiar as políticas nacionais referentes ao tabagismo e integrar-se a esse projeto internacional liderado pela OMS, com vistas à comparabilidade das estatísticas.

A publicação inclui, ainda, o plano de amostragem da pesquisa bem como um glossário contendo os termos e conceitos considerados essenciais para a compreensão dos resultados. O CD-ROM que a acompanha contém, além das informações do volume impresso, os coeficientes de variação associados às estimativas apresentadas nas tabelas de resultados.

O conjunto dessas informações também está disponível no portal do IBGE na Internet.

Os resultados ora apresentados somam-se aos esforços globais que vêm sendo realizados no sentido da produção de informações sobre o uso do tabaco e derivados, por adultos, e compõem, com outros levantamentos, uma base de dados para subsidiar a aplicação de políticas relacionadas à Framework Convention on Tobacco Control - FCTC (Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco), liderada pela OMS.