Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

English Español
A- A+

Pesquisa Anual de Comércio - 2015

Pesquisa Anual de Comércio - 2015

A Pesquisa Anual de Comércio - PAC constitui uma importante fonte de dados setoriais para compreender o comportamento do mercado sob a lógica da oferta, uma vez que as atividades comerciais empregam significativa parcela da população e contribuem, em grande medida, para a composição do Produto Interno Bruto – PIB.

Para a PAC 2015, o IBGE apresenta um informativo sobre os principais resultados da pesquisa, contemplando, entre outros aspectos, dados sobre pessoal ocupado; salários, retiradas e outras remunerações; receitas; produtividade do trabalho; e taxa de margem de comercialização. Esses resultados, cabe destacar, têm por base a Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE 2.0. Para tanto, inicialmente é apresentada uma comparação entre a estrutura produtiva do setor empresarial do comércio brasileiro em 2007 e 2015, posteriormente são identificadas as principais atividades de seus segmentos – comércio de veículos automotores, peças e motocicletas; comércio por atacado; e comércio varejista – e, por fim, é efetuada uma avaliação regional do comportamento das atividades dos setores comerciais.

As notas técnicas, com considerações metodológicas sobre a pesquisa, o plano tabular completo da PAC, por divisões, grupos e classes de atividade, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação, bem como os resultados referentes às empresas comerciais com 20 ou mais pessoas ocupadas, abarcando o período de 2013 a 2015, podem ser encontrados em conjunto com as informações ora divulgadas. Os resultados retrospectivos possibilitam identificar algumas das transformações ocorridas na estrutura produtiva do setor comercial nesse período.

O conjunto dessas informações constitui a mais completa fonte de estatísticas sobre a estrutura produtiva do setor empresarial do comércio no Brasil, fornecendo aos órgãos das esferas governamental e privada subsídios para o planejamento e a tomada de decisões, e aos usuários em geral, informações para estudos setoriais mais aprofundados.