Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua: Trimestral - PNAD Contínua

Submenu

O que é

Destina-se a produzir informações contínuas sobre a inserção da população no mercado de trabalho associada a características demográficas e de educação, e, também, para o estudo do desenvolvimento socioeconômico do País, agregando a produção de resultados anuais sobre temas permanentes da pesquisa (como trabalho infantil e outras formas de trabalho, migração, fecundidade etc.) e outros aspectos relevantes selecionados de acordo com as necessidades de informação.

A pesquisa é realizada por meio de uma amostra de domicílios, extraída de uma amostra mestra, de forma a garantir a representatividade dos resultados para os diversos níveis geográficos definidos para sua divulgação. A cada trimestre, são investigados 211.344 domicílios particulares permanentes, em aproximadamente 16.000 setores censitários, distribuídos em cerca de 3.500 municípios.

Periodicidade: Mensal, para um conjunto restrito de indicadores relacionados à força de trabalho e somente para o nível geográfico de Brasil; trimestral, para indicadores relacionados à força de trabalho; anual, para os demais temas permanentes da pesquisa e indicadores complementares relacionados à força de trabalho; e variável, para outros temas ou tópicos dos temas permanentes a serem pesquisados com maior periodicidade ou ocasionalmente.

Abrangência geográfica: Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação, 20 Regiões Metropolitanas que contêm Municípios das Capitais (Manaus, Belém, Macapá, São Luís, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju, Salvador, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Vale do Rio Cuiabá, e Goiânia), Municípios das Capitais e Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina.

Análise dos dados da PNAD Contínua utilizando o software R

Destaques

#seriehistorica20178416257749

 

#seriehistorica20178416352505

 

#seriehistorica20178416436842

 

Resultados

Tabelas geradas pelo Sistema SIDRA.

Pessoas em idade de trabalhar

Pessoas na força de trabalho

Pessoas ocupadas

Pessoas desocupadas

Pessoas fora da força de trabalho

Rendimento

Tabelas de Rendimento Nominal

Tabelas de Rendimento Real

Tabelas de Massa de Rendimento

Notas Técnicas

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - Trimestral

Notas Técnicas - 2017

Notas Técnicas - 2016

Notas Técnicas - 2015

  • Nota Técnica - Principais diferenças metodológicas entre as pesquisas PME, PNAD e PNAD Contínua

 

Séries históricas

#seriehistorica201755113815809

 

#seriehistorica201755113945187

 

#seriehistorica201755114022164

 

 

 

Microdados

Microdados consistem no menor nível de desagregação dos dados de uma pesquisa, retratando, sob a forma de códigos numéricos, o conteúdo dos questionários, preservado o sigilo das informações. Os microdados possibilitam aos usuários, com conhecimento de linguagens de programação ou softwares de cálculo, criar suas próprias tabelas.

Os arquivos de microdados ora apresentados são acompanhados de uma documentação que fornece os nomes e os respectivos códigos das variáveis e suas categorias.

Últimas atualizações:

10/10/2017 - Atualização dos microdados devido a identificação de um problema no processo de imputação e na criação da variável de UPA.
Nos períodos, 4º trimestre de 2014, 1º trimestre de 2015, 2º trimestre de 2015, 4º trimestre de 2015 ao 1º trimestre de 2017 ocorreram erros na numeração de 9, 11, 8 e 3 UPAs respectivamente. A numeração destas UPAs foi trocada no mesmo painel. Nos períodos, 2º trimestre de 2016 e 3º trimestre de 2016 houve preenchimento nas variáveis V4010 e V4013 quando deveriam estar sem preenchimento de valores, para 1 e 5 registros de pessoas respectivamente. No 4° trimestre de 2016 houve erro de 1 registro que apresentou preenchimento nas variáveis V3002A e V3003A, quando deveriam estar sem preenchimento de valores. As atualizações não interferem os indicadores da pesquisa. Nota Técnica 01/2017 de 11/10/17

16/03/2017 - Substituição dos dicionários, programas de leitura e microdados devido à falta da variável V40763 durante a geração dos microdados.

23/02/2017 - Atualização dos dicionários, programas de leitura e microdados devido à inclusão das variáveis: V4076, V40761, V40762 e V40763.

22/11/2016 - Atualização do dicionário, programa de leitura, seleção de variáveis e toda série de microdados devido à divulgação dos novos Indicadores sobre a Força de Trabalho. Nota Técnica 01/2016 de 12/09/16.
Microdados_1Tri_2012 a 3Tri_2015: Inclusão das variáveis: V2010, V4014, V4024, V4025, V4039, V4040, V40401, V40402, V40403, V4041, V4043, V40431, V4044, V4045, V4047, V4048, V4056, V4062, V4063, V4064, VD4003, VD4004, VD4013, VD4014, VD4031, VD4032, VD4033, VD4034, VD4035, VD4036 e VD4037.
Microdados_4Tri_2015 a 1Tri_2016 e Microdados_2Tri_2016 a 3Tri_2016: Inclusão das variáveis: V2010, V4014, V4019, V4024, V4025, V4039, V4039c, V4040, V40401, V40402, V40403, V4041, V4043, V40431, V4044, V4045, V4046, V4047, V4048, V4056, V4056c, V4062, V4062c, V4063a, V4064a, VD4003, VD4004, VD4013, VD4014, VD4031, VD4035, VD4036 e VD4037.

17/08/2016 - Inclusão do dicionário e programa de leitura para o 2º Trimestre de 2016 devido à adição das variáveis V403331, V405031, V405831, V4075A e V4075A1.

28/06/2016 - Atualização do arquivo de Grupamentos ocupacionais e de atividade devido à união dos seguintes grupamentos: Administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais.

24/05/2016 - Alteração dos nomes dos arquivos do dicionário e input para indicar o período a que se referem.

25/04/2016 - Atualização da variável v2007 no dicionário.

20/04/2016 - Atualização dos microdados do 4º trimestre de 2015 em função de problemas detectados no processo de expansão da amostra.

14/04/2016 - Atualização do dicionário, programa de leitura e microdados devido à inclusão das variáveis de contribuição para previdência (v4032, v4049, v4057, vd4012) e da variável do número da visita no domicílio (v1016) .

15/03/2016 - Inclusão do dicionário e programa de leitura do 4º Trimestre de 2015, devido à reformulação do questionário.


Portaria de precedência

Divulgação dos resultados de indicadores conjunturais

 

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 355, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2007
(Publicada no Diário Oficial da União nº 213, Seção 1, de 06.11.2007)

 

O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II, do artigo 87 da Constituição Federal, resolve:

Art. 1º - A divulgação dos resultados de indicadores conjunturais produzidos pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE seguirá as seguintes etapas:

I - às sete horas do dia da divulgação serão encaminhados os resultados, acompanhados de um sumário-executivo elaborado pelo IBGE, para as autoridades da lista de precedência;

II - às nove horas do dia da divulgação serão encaminhados os resultados para os órgãos de imprensa e disseminados na Internet, através do sítio https://www.ibge.gov.br.

§ 1º. Os técnicos do IBGE estarão disponíveis para prestar esclarecimentos aos usuários sobre os resultados da pesquisa divulgada a partir do encaminhamento de que trata o inciso II do caput.

§ 2º. O disposto nesta portaria aplica-se a qualquer indicador conjuntural produzido pelo IBGE, especialmente aos seguintes:

I - Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC);

II - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA);

III - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E);

IV - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15);

V - Pesquisa Mensal de Emprego (PME);

VI - Contas Nacionais Trimestrais;

VII - Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil);

VIII - Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional);

IX - Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário - (PIMES);

X - Pesquisa Mensal de Comércio (PMC);

XI - Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI);

XII - Conjuntura Agropecuária (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal; Pesquisa Trimestral de Abate de Animais; Pesquisa Trimestral de Leite; Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha; Pesquisa Trimestral do Couro).

Art. 2° - A relação das autoridades constantes da lista de precedência específica a cada pesquisa de indicadores conjunturais, será divulgada por intermédio de Nota Oficial da Instituição e disseminada no portal do IBGE na Internet, através do sítio https://www.ibge.gov.br

Art. 3º - As autoridades constantes da lista de precedência deverão observar o mais rigoroso sigilo das informações referentes aos indicadores de que trata esta Portaria, nos termos do disposto na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Art. 4º - Revogam-se as Portarias nº 164/MP, de 20 de dezembro de 1999, e nº 167/MP, de 5 de setembro de 2003.

Art. 5º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

PAULO BERNARDO SILVA 


 O IBGE divulga a relação das autoridades que recebem com precedência os resultados das pesquisas conjunturais produzidas por esta Instituição: 

Ministro de Estado do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão - Dyogo Henrique de Oliveira

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Ministro de Estado da Fazenda - Henrique de Campos Meirelles

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física - Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Ministro de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Blairo Borges Maggi

  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Ministro de Estado da Indústria, Comércio e Serviços - Marcos Antônio Pereira

  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física - Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República - Eliseu Lemos Padilha

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Presidente do Banco Central - Ilan Goldfajn

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E)
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15)
  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Brasil (PIM-PF Brasil)
  • Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional (PIM-PF Regional)
  • Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)
  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)
  • Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)
  • Conjuntura Agropecuária
    • Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - mensal
    • Pesquisa Trimestral de Abate de Animais
    • Pesquisa Trimestral de Leite
    • Pesquisa Trimestral de Produção de Ovos de Galinha
    • Pesquisa Trimestral do Couro
  • Índice de Preços ao Produtor - Indústrias Extrativas e de Transformação (IPP)
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Presidente da Caixa Econômica Federal - Gilberto Magalhães Occhi

    Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI)

 

Ministro de Estado do Trabalho - Ronaldo Nogueira de Oliveira

  • Contas Nacionais Trimestrais
  • Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua)

 

Diretor do Departamento de Estudos Econômicos e Pesquisas do Ministério do Turismo - José Francisco de Salles Lopes

  • Pesquisa Mensal de Serviços (PMS)

 

Roberto Luís Olinto Ramos
Presidente do IBGE
Atualizado em 8 de agosto de 2017

  

Divulgação dos resultados de indicadores estruturais

 

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 15, DE 27 DE JANEIRO DE 2005
(Publicada no Diário Oficial da União edição número 20 de 28/01/2005)

 

O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, INTERINO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, incisos I e II, da Constituição e considerando o disposto no art. 27, inciso XVII, alínea "c", da Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, resolve:

Art. 1º - Disciplinar os procedimentos a serem observados na divulgação dos resultados de indicadores estruturais produzidos pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE.

Art. 2º Os resultados serão encaminhados pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE ao Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, com antecedência mínima de quarenta e oito horas do horário fixado no art. 3º, inciso I, desta Portaria.

Art. 3º No dia da divulgação dos resultados dos indicadores de que trata esta Portaria, serão observados:

I - liberação para a imprensa e disponibilização pela Internet, no endereço: (https://www.ibge.gov.br), às 10 horas;

II - os técnicos do IBGE somente poderão prestar esclarecimentos sobre os resultados dos indicadores estruturais após a liberação e publicação na forma do inciso I.

Art. 4º Os servidores que tenham conhecimento prévio dos resultados deverão manter rigoroso sigilo, sob pena de responsabilidade nos termos da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

NELSON MACHADO

 

 

Downloads

Conceitos e métodos

Objetivo

O principal objetivo é produzir informações contínuas sobre a inserção da população no mercado de trabalho e de características tais como idade, sexo e nível de instrução, bem como permitir o estudo do desenvolvimento socioeconômico do País através da produção de dados anuais sobre outras formas de trabalho, trabalho infantil, migração, entre outros temas.

Tipo de operação estatística

Pesquisa domiciliar de emprego

Tipo de dados

Dados de pesquisa por amostragem probabilística

Periodicidade de divulgação

Trimestral

Abrangência geográfica

Nacional

População-alvo

É a população constituída por todas as pessoas moradoras em domicílios particulares permanentes da área de abrangência da pesquisa.

Metodologia

A pesquisa é realizada através de uma amostra de domicílios, de forma a garantir a representatividade dos resultados para os níveis geográficos em que é produzida.

Esquema de rotação da amostra de domicílios: A pesquisa foi planejada para ter periodicidade de coleta trimestral, ou seja, a amostra total de domicílios é coletada em um período de 3 meses, para ao final deste ciclo serem produzidas as estimativas dos indicadores desejados.
Um dos principais interesses em pesquisas contínuas que acompanham o mercado de trabalho é a inferência a respeito de mudanças no comportamento dos indicadores, considerando o período de divulgação definido. Nestas situações a amostra é planejada de tal forma que haja rotação dos domicílios selecionados, mantendo uma parcela sobreposta entre dois períodos de divulgação subsequentes.
No caso da PNAD Contínua, como o período de divulgação é trimestral, o esquema de rotação da amostra adotado foi o esquema 1-2(5), que é o mais eficiente quando um dos principais interesses da pesquisa é a inferência a respeito de mudanças em indicadores trimestrais. Neste esquema o domicílio é entrevistado 1 mês e sai da amostra por 2 meses seguidos, sendo esta sequência repetida 5 vezes.
Técnica de coleta:
CAPI - Entrevista pessoal assistida por computador

Temas

Temas e subtemas
Trabalho, Trabalho remunerado, Rendimento, despesa e consumo, Educação
Principais variáveis
As principais variáveis investigadas na parte de educação são: Alfabetização; frequência à escola; série frequentada; para os que não frequentam escola, se anteriormente frequentaram; curso de grau mais elevado que frequentaram e qual a última série concluída com aprovação.
Na parte de trabalho, são: exercício de ao menos uma hora de trabalho na semana de referência; características do trabalho exercido - ocupação, posição na ocupação, existência de carteira de trabalho assinada, contribuição para a previdência, horas habitualmente e efetivamente trabalhadas, desejo de trabalhar mais horas, disponibilidade para trabalhar mais horas, rendimentos de trabalho; características do empreendimento - atividade do empreendimento, número de pessoas ocupadas, registro no CNPJ; para as pessoas não ocupadas na semana de referência - procura de trabalho, disponibilidade para iniciar um trabalho, desejo de trabalhar; para as pessoas ocupadas ou não ocupadas - rendimentos domiciliares; e, em uma subamostra - trabalho na produção para o próprio consumo e construção para o próprio uso, trabalho voluntário, cuidado de pessoas moradoras do domicílio e realização de afazeres domésticos.

Unidades de informação

Unidade de investigação
Pessoa
Unidade de análise
Pessoa.

Períodos de referência

Trimestre - 01/01/2017 a 31/03/2017

Disseminação

Formas de disseminação
Microdados no Portal do IBGE, Publicação Digital (on line)
Nível de desagregação geográfica
Município da Capital
Nível de divulgação
Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação, 20 Regiões Metropolitanas que contêm Municípios das Capitais (Manaus, Belém, Macapá, São Luís, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju, Salvador, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Vale do Rio Cuiabá, e Goiânia), Municípios das Capitais e Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina.

Instrumentos de coleta

Historico

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua é parte do Sistema Integrado de Pesquisas Domiciliares (SIPD), que se constitui em um modelo de produção de pesquisas amostrais domiciliares no qual o planejamento, a execução, a análise e a disseminação dos resultados das diversas pesquisas serão conduzidos de forma coordenada, facilitando o atendimento de novas demandas bem como otimizando os recursos a serem utilizados. Destaca-se, entre outros aspectos, que a amostra de cada uma das pesquisas desse sistema corresponderá a uma parte ou a integralidade de uma amostra mestra, e os conceitos e processos serão harmonizados.
A pesquisa foi implantada, em caráter experimental, em outubro de 2011, em vinte Regiões Metropolitanas que contêm o município da capital, em uma Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE Grande Teresina), em cinco capitais (Porto Velho, Rio Branco, Boa Vista, Palmas e Campo Grande) e em uma Unidade da Federação (Distrito Federal). O objetivo foi realizar os ajustes necessários aos processos referentes à pesquisa. A partir de janeiro de 2012, a mesma foi implantada em todo o território nacional, passando a fazer parte do corpo de pesquisas do IBGE.
Com a implantação desse sistema, o IBGE iniciou uma importante etapa no aprimoramento de seu sistema de pesquisas domiciliares, que propiciará maior eficácia diante de frequentes demandas por informações sobre as condições socioeconômicas e demográficas da população brasileira.
Cabe ressaltar que, com vistas à concepção, ao planejamento e a implantação do projeto de reformulação de suas pesquisas domiciliares, o IBGE tem mantido um canal de comunicação aberto com os usuários. Desde 2006, vêm sendo realizados seminários semestrais, intitulados Fóruns do SIPD, com o objetivo de propiciar aos usuários participação efetiva no desenvolvimento do projeto. Além disso, o projeto foi apresentado em um grande número de eventos que foram promovidos pelo governo além de universidades e organizações estatísticas.

Fonte

https://metadados.ibge.gov.br/consulta/dthPesquisa.aspx?codPesquisa=DD

Publicações

Material de apoio

Nenhum material de apoio cadastrado para esse item