Statistics of Entrepreneurship

Menu do Produto

Description

With this publication, the IBGE makes available its most recent study on entrepreneurship, conducted in partnership with the Endeavor Brazil Institute. The statistics come from the Central Register of Enterprises (CEMPRE) and IBGE's annual economic surveys on Industry, Civil Construction, Trade and Services. They include information about the business sector formally established in the context of the Brazilian economy.

The publication presents the methodological procedures adopted in the elaboration of the study, the improvements introduced and the theoretical framework as well as notes on databases. The analysis of the results especially considers high-growth enterprises (i.e. those with an average increase of the salaried employed persons equal or greater than 20% per year for a period of three years, and with 10 or more salaried employed persons in the first year of observation). The analysis considers the performance of these enterprises from 2012 to 2014. The commentaries contextualize the international economic scenario and the effects on the domestic economy within the period considered, present an overview of active companies in Brazil and provide more detailed information about high-growth enterprises, including number, size, average age, activity sectors, salaried jobs, sex and level of schooling of employed persons, salaries and other compensation, gross value added, work productivity, among other characteristics. The results are based on the National Classification of Economic Activities - CNAE 2.0.

In a shift from the traditional focus of this survey, this current edition presents a more detailed analysis of continuous high-growth companies, a group formed by those with average increase of salaried employed persons, f at least 20% a year for two trienniums in a row: 2009-2011 and 2012-2014. This edition also presents the history of the segment between 2005 and 2008, in a period of time that precedes continuous high growth, with the objective of understanding better the resilience of these companies over the others, in a period or reduced dynamism.

In the end, a glossary with relevant terms and concepts also contributes to the understanding of results.

This group of information adds to the debate on the dimension and importance of entrepreneurship in the country - a topic which has gained more and more relevance in national and global economy.

 

 

About the publication - 2015

With this publication, IBGE makes available its most recent study on entrepreneurship, conducted in partnership with the Endeavor Brazil Institute. The statistics come from the Central Register of Enterprises (CEMPRE) and IBGE's annual economic surveys on Industry, Civil Construction, Trade and Services. They include information about the business sector formally established in the context of the Brazilian economy.

The publication presents the methodological procedures adopted in the elaboration of the study, the improvements introduced and the theoretical framework, the definitions of which are in accordance with the recommendations of the Organization for Economic Co-operation and Development (OECD), as well as notes on databases. The analysis of the results especially considers high-growth enterprises (i.e. those with an average increase of the salaried employed persons equal or greater than 20% per year for a period of three years, and with 10 or more salaried employed persons in the first year of observation). The analysis considers the performance of these enterprises from 2013 to 2015. The commentaries contextualize the international economic scenario and the effects on the domestic economy within the period considered, present an overview of active companies in Brazil and provide more detailed information about high-growth enterprises, including number, size, average age, activity sectors, salaried jobs, sex and level of schooling of employed persons, salaries and other compensation, gross value added, work productivity, among other characteristics. The results are based on the National Classification of Economic Activities - CNAE 2.0.

In a shift from the traditional focus of this survey, this current edition presents a more detailed analysis of continuous high-growth companies, a group formed by those with average increase of salaried employed persons, f at least 20% a year for two trienniums in a row: 2009-2011 and 2012-2014. This edition also presents the history of the segment between 2005 and 2008, in a period of time that precedes continuous high growth, with the objective of understanding better the resilience of these companies over the others, in a period or reduced dynamism.

Beyound the traditional analysis of previous approaches, this current edition focuses on resilient companies in 2015, formed by high-growth companies in 2014 which recorded an increase of about 20% in the following year. This profile allows us to list which business segments kept on growing and generating new job posts in an unfavorable scenario to the economic developmen in Brazil. 

In the end, a glossary with relevant terms and concepts also contributes to the understanding of results.

This group of information adds to the debate on the dimension and importance of entrepreneurship in the country - a topic which has gained more and more relevance in national and global economy.

Complementary publications: 

 

Main results - 2015

No content available

Tables - 2015

Tables

Table 1.1 – Selected varaibales of high-growth companies, by classification of activities in the years 2014 and 2015 - Brazil - xls | ods

Table 1.2 – Average age of total, high-growth and gazelle enterprises, by activities of CNAE 2.0 for the years 2014 and 2015 - Brazil - xls | ods

Table 1.3 – Gain of salaried employed persons of the total active enterprises between 2010 and 2014, of total high-growth and gazelle enterprises by activities of CNAE 2.0 - 2015 Brazil - xls | ods

Table 1.4 – Salaries, withdrawalas and other compensation of the total of high-growth and gazelle enterprises, by activities of CNAE 2.0 - 2015 - Brazil - xls | ods

Table 2.1 – Total, gross and net operating revenue, value added and other revenue of high-growth enterprises - 2014 and 2015 - Brazil - xls | ods

Table 2.2 – Total, gross and net operating revenue, value added and other revenue of total of enterprises and of high-growth enterprises - 2015 - Brazil - xls | ods

Table 2.3 – Expenditure on staff in total enterprises and high-growth enterprises - 2015 - Brazil - xls | ods

Table 2.4 – Costs and expenditure of high-growth enterprises - 2015 - Brazil - xls | ods

Table 2.5 – Salaried and non-salaried employed persons on 12.31 and average number in the year of high-growth enterprises - 2015 - Brazil - xls | ods

Table 2.6 – Salaries paid, by salaried employed persons and productivity of organic high-growth enterprises - 2015 - Brazil - xls | ods

Summary Tables - 2015

    No content available

    Microdata - 2015

    No content available

    Technical Information

    Methodological considerations on this survey can be obtained in the Technical notes chapter of its results publication.

    Time series

    No content available

    Microdata

    No content available

    Ordinance on pre-release access (in Portuguese)

    Downloads

    Concepts and methods - 2015

    As informações a seguir descrevem os metadados estatísticos, que são o conjunto de conceitos, métodos e aspectos relacionados às estatísticas, e são informações necessárias para compreender as características e a qualidade das estatísticas e interpretá-las corretamente.

    Informações Gerais

    Objetivo
    Produzir indicadores referentes às empresas e ao emprego, a partir da base de informações disseminadas pelo IBGE, com o objetivo de subsidiar a análise da performance empreendedora no Brasil.
    Tipo de operação estatística
    Estudo sobre empreendedorismo
    Tipo de dados
    Outro tipo de dados
    Periodicidade de divulgação
    Anual
    Abrangência geográfica
    Nacional
    População-alvo
    Foram consideradas as entidades empresariais (código de natureza jurídica iniciado por 2) formalmente constituídas, ou seja, com registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas - CNPJ da Receita Federal do Ministério da Fazenda. No universo das empresas empreendedoras, optou-se pela utilização das empresas de alto crescimento - aquelas com aumento médio de pessoal ocupado assalariado de pelo menos 20% ao ano, por um período de três anos, e com 10 ou mais pessoas ocupadas assalariadas no ano inicial de observação. Em 2010, o foco foram as empresas de alto crescimento orgânico, ou seja, empresa cujo aumento de pessoal ocupado foi feito através de contratações, e não por fusões ou incorporações. As empresas e as respectivas unidades locais foram classificadas de acordo com a principal atividade econômica desenvolvida, com base na Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE 2.0. Para resultados obtidos do CEMPRE, o estudo abrange todas as seções da CNAE. Quando se tratar de variáveis advindas das pesquisas econômicas (valor adicionado bruto, produtividade e receita), o âmbito se restringe ao das pesquisas: - Pesquisa Anual de Serviços: atividade principal compreendida nas divisões 37, 39, 50, 52, 53, 55, 56, 58, 59, 60, 61, 62, 63, 66, 68, 71, 73, 74, 77, 78, 79, 80, 82, 90, 92, 93, 95 e 96, nos grupos 01.6, 02.3, 38.1, 38.2, 38.3, 45.2, 49.1, 49.2, 49.3, 49.4, 49.5, 51.1, 51.2, 69.2, 70.2, 81.2, 81.3, 85.5, 85.9, e nas classes 45.43, 69.11 e 81.11 da CNAE 2.0; - Pesquisa Industrial Anual: atividade principal compreendida nas seções B e C da CNAE 2.0; - Pesquisa Anual da Indústria da Construção: atividade principal compreendida na seção F da CNAE 2.0; - Pesquisa Anual de Comércio: atividade principal compreendida na seção G, à exceção do grupo 452 e da classe 4543-9.

    Metodologia

    Foram utilizadas informações provenientes do Cadastro Central de Empresas - CEMPRE e das pesquisas econômicas estruturais do IBGE nas áreas de Indústria, Construção Civil, Comércio e Serviços.
    O CEMPRE engloba registros de pessoas jurídicas inscritas no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ, da Secretaria da Receita Federal, independentemente da atividade exercida ou da natureza jurídica.

    Uma vez delimitado o conjunto de empresas de alto crescimento pelo CEMPRE, foi explorada a estrutura econômica dessas empresas nas pesquisas estruturais do IBGE (Pesquisa Industrial Anual - PIA; Pesquisa Anual da Indústria da Construção - PAIC; Pesquisa Anual de Comércio - PAC; e Pesquisa Anual de Serviços - PAS).
    As amostras das quatro pesquisas citadas foram selecionadas do respectivo Cadastro Básico de Seleção - CBS obtido a partir do CEMPRE, com empresas em situação ativa no ano de referência.

    Há limitação de âmbito quando se passa das variáveis do CEMPRE para as pesquisas econômicas. Toda a análise setorial feita para o porte, salário e número de empresas no CEMPRE se restringe quando se tratam de valor adicionado bruto e receita operacional líquida.Outra característica é referente à diferença entre as bases de dados do cadastro de empresas e das pesquisas econômicas. O CEMPRE representa o universo de empresas do país em um determinado ano. Portanto, os números absolutos dão conta de toda a economia brasileira para o ano-base em questão. Por outro lado, as pesquisas econômicas seguem modelos amostrais, o que significa que, uma vez identificadas as empresas de alto crescimento e gazelas nas pesquisas econômicas, cria-se um subconjunto que, na pesquisa, não contém todas as empresas daquele setor.

    A partir deste subconjunto, as estimativas para as empresas de alto crescimento do setor foram produzidas utilizando procedimento de pós-estratificação levando em conta o novo domínio, o universo de EAC proveniente do CEMPRE. Posteriormente, foram utilizados dois estimadores para a calibração dos pesos originais, dependendo do setor: estimador de total para subpopulações ou estimador de regressão. No caso do estimador de regressão, ajustaram-se os totais obtidos com o estimador de subpopulação aos totais populacionais de número de empresas, pessoal ocupado e salário dos novos domínios, disponíveis no cadastro básico de seleção.
    Para o caso da definição do conjunto de empresas de alto crescimento orgânico foi adotado um procedimento de crítica e validação dos dados baseado na identificação das EAC que passaram por alguma mudança estrutural no triênio de análise. Mudanças estruturais referem-se aos movimentos de cisão, fusão e incorporação. Estas mudanças na identidade legal das empresas alteram o número de empresas na população sem, necessariamente, modificar a capacidade produtiva existente. No entanto, do ponto de vista de cada empresa individual, tais movimentos são importantes para o entendimento da capacidade de criação de empregos.Por conta disso, a definição de alto crescimento orgânico exclui empresas que passaram por mudanças estruturais.

    Por fim, na exploração dos resultados regionais e por Unidades da Federação, por conta do caráter da definição de empresa de alto crescimento, optou-se por encontrar as Unidades Locais vinculadas às EAC, e, a partir deste conjunto, calcular os quantitativos por cada estado e Grande Região. Isso se dá pois não há um conceito sobre Unidades Locais de alto crescimento, o que significa que toda análise deve ser observada com foco central na empresa. Para a edição de 2010, optou-se por encontrar as unidades locais vinculadas às EAC orgânico.

    Principais Variáveis:
    As principais variáveis abordadas por esta pesquisa são referentes ao perfil econômico-contábil das empresas de alto crescimento, tal como sua idade, porte, setores de atividade, geração de novos postos de trabalho, pessoal ocupado, proporção de ocupação segundo sexo e escolaridade, salário médio, valor adicionado, produtividade do pessoal, receita operacional líquida, crescimento contínuo, entre outras.


    Técnica de coleta:
    Não se aplica, Transcrição de pesquisas estruturais econômicas

    Temas

    Temas e subtemas
    Estatísticas multidomínio, Empreendedorismo
    Principais variáveis
    As principais variáveis são referentes ao perfil econômico-contábil das empresas de alto crescimento, tal como sua idade, porte, setores de atividade, geração de novos postos de trabalho, pessoal ocupado, proporção de ocupação segundo sexo e escolaridade, salário médio, valor adicionado, produtividade do pessoal, receita operacional líquida, crescimento contínuo, entre outras.

    Unidades de informação

    Unidade de investigação
    Empresa, Unidade local
    Unidade de análise
    Empresa, Unidade local
    Unidade informante
    Empresa, Unidade local.

    Períodos de referência

    Triênio - 01/01/2013 a 31/12/2015

    Disseminação

    Formas de disseminação
    Publicação Digital (online), Publicação impressa com CD-ROM
    Nível de divulgação
    Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação.

    Histórico

    Foi realizada, em 2011, a primeira edição da publicação Estatísticas de Empreendedorismo, em parceria com o Instituto Empreender Endeavor Brasil. O estudo teve como objetivo investigar as empresas que se caracterizam como de alto crescimento - EAC, segundo o critério da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OCDE, utilizando, para tanto, dados das divisões de Indústria, Comércio, Serviços e Construção do IBGE e do Cadastro Central de Empresas - CEMPRE, e contemplam informações sobre o segmento empresarial formalmente constituído da economia brasileira em 2008.
    Em 2012, foi lançada a segunda edição do relatório, com o objetivo de aprofundar a análise da dinâmica empreendedora no Brasil no período de 2008 a 2010, expandindo os temas abordados na primeira edição. Foram explorados os conceitos EAC orgânico, EAC total contínuo, gazelas 5 e 8, pessoal ocupado por sexo e nível de escolaridade.

    Saiba mais

    https://metadados.ibge.gov.br/consulta/estatisticos/operacoes-estatisticas/YZ

    Calendar

    Future releases

    No future release


    Previous releases

    No previous release

    Publications - 2015

    News and releases

    No related news

    Support material

    No support material available

    Errata

    No content available