IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

English Español
Pesquisa Anual de Comércio

Em 2002, Supermercados e Combustíveis faturaram mais

Em 2002, os ramos que mais se destacaram em termos de faturamento no comércio varejista foram hiper/supermercados e combustíveis. Hiper/supermercados gerou R$60,9 bilhões de receita líquida em vendas (ou 24,4% do total) enquanto combustíveis registrou R$ 56,3 bilhões (ou 22,5% do total). Juntos, os dois ramos foram responsáveis por 46,9% da receita líqüida do varejo (R$ 250,0 bilhões).

Esses dados são da Pesquisa Anual do Comércio/2002 do IBGE, que fornece informações sobre a estrutura produtiva e econômica do comércio brasileiro. De acordo com a pesquisa, em 2002, havia cerca de 1,2 milhões de empresas comerciais no País, destinadas à revenda de mercadorias, que geraram um faturamento total, entre varejo e atacado, de R$ 549,3 bilhões. Elas ocupavam quase seis milhões de pessoas, que receberam quase R$ 33,0 bilhões - ou 5,9% da receita líqüida - em salários, retiradas e outras remunerações. No atacado, combustíveis também foi o maior destaque: com apenas 2,3% do total das empresas, faturou um terço da receita líquida do atacado - R$ 83,2 bilhões, ou 35,7%.

Veja o release na íntegra :

Em formato PDF
   (Se você não tem o Adobe Acrobat Reader instalado, clique aqui e faça o download).

Em formato HTML

Tabelas das Grandes Regiões e UFs

Comunicação Social
06 de maio de 2004


Publicação
 Pesquisa Anual de Comércio 2002
Loja Virtual
Pesquisa Anual de Comércio 2002



A Instituição | Locais de Atendimento | Estatísticas do Site | Prestação de Contas | Editais e Licitações