Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

English Español
A- A+

Síntese de Indicadores Sociais

Uma análise das condições de vida da população brasileira 2014

Esta publicação reúne múltiplas informações sobre a ampla realidade social brasileira, acompanhadas de comentários que destacam, em cada uma das dimensões de análise, algumas das principais características observadas nos diferentes estratos geográficos e populacionais.

Os indicadores selecionados levam em conta os eixos de condições de vida, desigualdade e exclusão social, assim como as dimensões espaço e tempo no tratamento de cada um dos temas – Aspectos demográficos, Famílias, Educação, Trabalho, Distribuição de renda e Domicílios – e estão ilustrados em tabelas e gráficos, para Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação, e, em casos selecionados, também para Regiões Metropolitanas. São elaborados, principalmente, a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD 2013, realizada pelo IBGE, e combinados com diversas outras fontes de dados, incluindo pesquisas e registros administrativos. As fontes internas analisadas contemplam, além da PNAD 2013, informações do Censo Demográfico 2010, da Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade 2013 e da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - PeNSE 2012. As fontes externas abarcam as bases de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, do Ministério da Educação, do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos - SINASC e do Sistema de Informações sobre Mortalidade - SIM, ambos do Ministério da Saúde, bem como estatísticas do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

A publicação apresenta ainda um glossário com os termos e conceitos considerados relevantes para a compreensão dos resultados. O conjunto dessas informações está disponível no CD-ROM que a acompanha e no portal do IBGE na Internet.

A sistematização desses indicadores atende a recomendações internacionais e contribui para a compreensão das modificações nos perfis demográfico, social e econômico da população, possibilitando, assim, o monitoramento de políticas sociais e a disseminação de informações relevantes para toda a sociedade brasileira.