Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

English Español
A- A+

Dados Históricos dos Censos

Estimativas da População - 1550-1870

Anos Fontes (1) Estimativas da População
1550 A 15.000
1576 A 17.100
1583
B
57.000 (2)
1600 A 100.000 (3)
1660 A 184.000 (4)
1690 A 242.000
1700 C 300.000
1766 A 1.500.000
1770 F 2.502.000
1775 F 2.666.000
1776 D 1.788.480
  E 1.900.000
  F 2.700.000
1780 A 2.523.000
  F 2.841.000
1785 F 3.026.000
1790 F 3.225.000
1795 F 3.435.000
1798 D 2.888.078
  F 3.569.000
  D 3.800.000
  D 4.000.000
1800 C 3.250.000
  F 3.660.000
1805 F 3.900.000
1808 G,H 2.424.463
  E,H 4.000.000
  F 4.051.000
1810 A 3.617.900
  E,H 4.000.000
  F 4.155.000
1815 I,H 2.860.525
  F 4.427.000
1817 E 3.300.000
  F 4.541.000
1819 I,E,H 4.396.132
  F 4.657.000
1820 F 4.717.000
1823 G,H 3.960.866
  F 4.899.000
1825 E,H 5.000.000
  F 5.025.000
1827 E,H 3.758.000
  F 5.154.000
1830 E,H 5.340.000
  F 5.354.000
1834 E,H 3.800.000
  F 5.690.000
1835 F 5.777.000
1840 F 6.233.000
1845 F 6.725.000
1850 E,H 8.000.000
  F 7.256.000
1854 E,H 7.677.800
  F 7.711.000
1855 F 7.829.000
1860 F 8.448.000
1865 F 9.114.000
1867 E,H 11.780.000
  F 9.396.000
1868 E,H 11.030.000
  F 9.539.000
1869 E,H 10.415.000
  F 9.686.000
1870 F 9.834.000

(1) Vide discriminação das fontes abaixo.
(2) Compreende 25.000 brancos, 18.000 índios e 14.000 escravos negros
(3) Compreende 30.000 brancos e 70.000 mestiços, negros e índios
(4) Compreende 74.000 brancos e índios livres e 110.000 escravos.

Fontes:

  1. Simonsen, Roberto C. História Econômica do brasil (1500/1820) - (1978). Apresenta as estimativas atribuidas a Contreiras Rodrigues, Thomas Ewbank e Adriano Balbi, p.271;
  1. Pandiá Calógeras. Formação Histórica do Brasil. (1935), p.33. Também citado por Simonsen (fonte a, p.88) e Marcílio (fonte j, p.119);
  1. Furtado, Celso. Formação Econômica do Brasil (1959), p.93;
  1. Alden, Dauril. The Population of Brazil in Late Eighteen Century - A Preliminary Study (1963), Tabela II e p. 194 - 195
  1. Souza e Silva, Joaquim Norberto. Investigações Sobre o Recenseamento da População Geral do Império e de Cada Província de per si, tentados desde os tempos coloniais até hoje (1870);
  1. Mortara, Giorgio. Sobre a utilização do Censo Demográfico para a Reconstrução das Estatísticas do Movimento da População do Brasil. (1941), p.43;
  1. Autor Anônimo. Memória Estatística do Império do Brasil (1829). Obra oferecida ao Marquês de Caravelas, Revista Trimensal do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil. Tomo LVIII, Parte 1, 1985;
  1. Oliveira Viana, Francisco José. Resumo Histórico dos Inquéritos Censitários Realizados no Brasil. (1920);
  1. Velloso de Oliveira, Conseljeiro Antonio Rodrigues. A igreja do Brasil (1819(, citado por Joaquim Norberto de Souza e Silva (fonte e, p. 162 - 163 que, com base nos mapas apresentados pelo Conselheiro Velloso, em anexo, distribuiu a população dos sete Bispados, segundo as 20 Províncias do Império);